Rio Branco, Acre, 27 de setembro de 2020

Cruzeiro do Sul continua firme no combate a Dengue

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O relatório mais recente emitido pela Secretaria Municipal de saúde aponta redução de mais de 80%, se comparados com dados de maio do ano passado.

De acordo com o Secretário Municipal de Saúde, Edir Clemente, as equipes de combate ao mosquito tem se mantido vigilantes e apesar do trabalho apresentar uma redução significativa, as ações continuam sendo desenvolvidas rotineiramente.

“Nós temos uma equipe competente e comprometida com o combate ao Aedes Aegypti. Estamos trabalhando de acordo com o que é estabelecido pelo Ministério da Saúde, tanto em relação às ações desenvolvidas, como no número de agentes envolvidos. E os resultados são satisfatórios. Desde o início do ano temos tido uma redução gradativa mês a mês e, se compararmos os dados mais recentes do fechamento do mês de maio deste ano, em relação a maio do ano passado com 578 CASOS, a redução, chega a mais de 80 por cento com 136 casos. Outro dado é que até maio de 2015 haviam sido notificados7008 casos. Até maio de 2016 foram apenas 860 casos. É importante dizer que isso não significa que vencemos o problema ou que podemos relaxar nas ações. Pelo contrário, continuamos atentos no controle vetorial”.

O Secretário Edir Clemente explica que, por determinação do Prefeito Vagner Sales, apesar das dificuldades, o pagamento de servidores continua como prioridade na administração. Clemente explica que, em relação a esses compromissos o município está um mês na frente dos repasses feitos pelo Ministério da Saúde. “Para se ter uma ideia, apesar de já estamos no mês de junho, somente no dia 31 de maio é que foi feito o repasse referente ao mês de abril, pelo Ministério da Saúde. Portanto, mesmo com todas dificuldades que o nosso pais atravessa, o compromisso do prefeito com os servidores tem se mantido de forma regular”, destacou o Secretário.

A Coordenadora de Entomologia, Muana Araújo, afirmou que as visitas domiciliares tem se mantido regulares, fato que tem contribuído para essa redução. “O nosso ciclo de visitas é feito mensalmente. Com isso nós temos um melhor acompanhamento das ações e, com isso, mais possibilidade de vencer o mosquito”.

Os resultados obtidos no combate a dengue em Cruzeiro do Sul, de acordo com o prefeito Vagner Sales são importantes, mas os cuidados devem ser mantidos, por isso a determinação é ampliar as ações com vistas às outras doenças causadas pelo mesmo mosquito: febre chikungunya e zika vírus, que tem uma relação direta com os casos de microcefalia já comprovados em vários estados do país, inclusive no nosso estado. “O nosso foco é o combate ao mosquito. Em 2015 foram 2 casos de morte por dengue registrados. Em 2016 até agora nenhum caso. Quanto a outras doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti os dados atualizados até maio de 2015 indicam febre chikungunya – 26 casos suspeitos, dos quais 20 já foram descartados e apenas dois confirmados. Zika vírus temos 13 casos suspeitos, dos quais aguardam resultados dos exames.

 

Da Assessoria.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.