Rio Branco, Acre, 29 de setembro de 2020

Prefeitura de Rio Branco leva saúde e cidadania aos locais mais distantes da capital

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

“Eu moro aqui no quilômetro 97 da Estrada Transacreana e tenho 6 filhos. Para levar todos para consultar e vacinar na cidade fica caro e muito difícil. Esse Programa Prefeitura na Comunidade, que traz médicos para perto da casa da gente é maravilhoso. Agora de manhã já consultei quatro filhos, vacinei, me consultei e vou levando todos os remédios para casa”. A declaração é da agricultora Elivanda Pereira, que aproveitou os serviços oferecidos pela Prefeitura de Rio Branco, nesta sexta-feira, na Escola Major João Câncio, comunidade Itamaraty II, no quilômetro 80 da Estrada Transacreana, onde cerca de 4.200 pessoas foram atendidas.

Jaqueline Silva, do quilômetro 80 da Estrada, também levou o filho de 5 meses para vacinar e fazer consulta. “Agora já posso ir para casa fazer almoço e as coisas de casa. Se fosse para a cidade levaria o dia inteiro, indo, fazendo as consulta e voltando para casa quase de noite”.

Dez médicos atenderam os moradores do Itamaraty, Oriente e outras comunidades da Transacreana e do Riozinho do Rôla. Além das consultas médicas e entrega de medicamentos, houve vacinação, exames de PCCU – que detecta câncer de colo de útero, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites. A vacina contra a gripe H1N1, também foi oferecida a comunidade rural.

Foi justamente para garantir serviços de saúde e cidadania para as pessoas perto da casa delas, na zona rural, que o prefeito Marcus Alexandre, criou no início de sua gestão, em 2013, o projeto Prefeitura da Comunidade.

O programa proporciona atendimento médico, odontológico, vacinas, testes rápidos, cadastramento e atualização do Bolsa Família, Roda de Conversa com a Comunidade, campanhas educativas como a Rio Branco Sem Racismo, palestras sobre gravidez na adolescência, e outros temas, feira de produtos orgânicos, recreação, atividades de esporte lazer e ainda leva o forró do Senadinho.

“Nós temos que trazer para as comunidades mais distantes, os serviços que estão disponíveis na cidade, de forma a facilitar a vida das pessoas. Como diz o slogan de nossa gestão, com você no dia a dia”, explica o prefeito Marcus Alexandre.

 

Até 12 mil pessoas atendidas em um dia

Esta foi a terceira edição deste ano do Programa Prefeitura na Comunidade. A primeira foi realizada na Estrada do Quixadá, a segunda do Ramal Itucumã, na Estrada de Senador Guiomard, e desta vez foram beneficiados os moradores da região da Transacreana.

O secretário de Articulação Comunitária e Social, Manoel Lima, diz que a média de atendimento por edição do programa é de mais de 5 mil pessoas. “Já atendemos de 3 a 12 mil pessoas com os mais variados serviços. Geralmente são atendidas famílias inteiras”, cita.

 

Esporte, Lazer e embelezamento

Jogo de futebol, atividades de recreação como pintura para as crianças e o forró do Senadinho são atividades levadas para as comunidades nas edições do Programa Prefeitura na Comunidade. Corte de cabelo para crianças, homens e mulheres, também são bastante disputados.

O agricultor Fernando Ferraz aproveitou a ação que estava sendo realizada na Escola João Câncio para cortar o cabelo de graça. “Ir para a cidade cortar o cabelo fica muito caro. Não perdi essa oportunidade”.

 

Parceiros

Várias secretarias municipais, como a de Articulação Comunitária e Social (SEMACS), de Saúde (SEMSA), de Cidadania e Assistência Social (SEMCAS), Coordenadoria do Trabalho e Economia Solidária (COMTES), secretaria Adjunta da Mulher (SEMAM), secretaria de Educação (SEME), de Esporte e Lazer (SEMEL), Fundação Garibaldi Brasil (FGB), e outras atuam diretamente nas edições do programa Prefeitura na Comunidade.

E o prefeito Marcus Alexandre faz questão de ressaltar que o programa Prefeitura é realizado graças à parceria com vários órgãos, como o governo do Estado, Tribunal de Justiça e Ministério Público. É com esses parceiros que a prefeitura realiza junto com a comunidade, as mediações de conflitos e nas Rodas de Conversa.

Nas Rodas de Conversa, problemas como falta de segurança, demandas por serviços como mecanização agrícola são apresentados às autoridades municipais e estaduais. O resultado, segundo o vice-presidente da Associação de Moradores e Produtores do Itamaraty, professor Valter Costa, “é sempre positivo. Dessas Rodas de Conversa já conseguimos resolver várias questões. A prefeitura trouxe as autoridades de segurança e agora temos constantes rondas da Policia Militar. Também temos nossas terras mecanizadas pela prefeitura por meio da secretaria de Agricultura e Floresta – SAFRA. O programa Prefeitura na Comunidade fez uma grande diferença na nossa vida”.

 

Da Assessoria – Asscom

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.