Rio Branco, Acre, 22 de setembro de 2020

Acusado de escândalo sexual, goleiro da Espanha será cortado da seleção

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

David De Gea foi expulso da seleção espanhola depois de a imprensa da Espanha ter revelado um suposto caso de abuso sexual em que também teria participado o compatriota Iker Muniain, informa o jornal britânico Independent.

Segundo a publicação, uma testemunha protegida pela Brigada Central contra Tráfico de Seres Humanos, da Polícia Nacional da Espanha, afirma que, em 2012, um episódio envolveu os dois jogadores. “Mulheres foram abusadas sexualmente por parte dos dois. As que se negavam, eram agredidas. Depois de satisfazerem os desejos sexuais de ambos, elas foram ameaçadas para que o que aconteceu naquele quarto de hotel nunca viesse a público”, disse a testemunha.

A dispensa do goleiro do Manchester United deverá ser oficializada ainda esta sexta-feira.

 

Da Redação.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.