Rio Branco, Acre, 26 de outubro de 2020

Aleac discute nova Lei de Gestão das Escolas Públicas em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) promoveu nesta sexta-feira, 10, audiência pública para discutir a nova Lei de Gestão Democrática das Escolas Públicas, em Cruzeiro do Sul. Estiveram presentes os deputados Antônio Pedro, Daniel Zen, Jesus Sérgio e Leila Galvão e a comunidade cruzeirense, constituída por professores, gestores, alunos e pais de alunos.

A iniciativa da Aleac visa colher em todo o estado sugestões para que a nova lei seja feita de forma participativa. Daniel Zen, que é o presidente da Comissão de Educação, contou que no ano passado veio a Cruzeiro do Sul uma comissão para falar sobre o Plano Estadual de Educação e dentro desse plano já havia o objetivo de aperfeiçoar o mecanismo de gestão democrática das escolas.

“Nesse período em que já aprovamos a Lei de Bolsas Educacionais, a gente também está cumprindo este debate da atualização e do aperfeiçoamento da Lei de Gestão Democrática das Escolas Públicas”, disse.

Segundo o deputado, ao concluir o debate, a Aleac vai também se dedicar a aperfeiçoar toda a legislação da educação no Estado do Acre, como a Lei de Descentralização dos Recursos Financeiros das Escolas, a lei que procurará regulamentar o uso e aplicação dos recursos dos royalties do pré-sal  e finalizar com a  grande Lei do Sistema Estadual de Educação,  que vai dar organicidade e coordenação para todo o aparato legal, todos os mecanismos de gestão.

O coordenador do Núcleo da Secretaria de Educação e Esportes em Cruzeiro do Sul, Charles André Rosas, gostou da iniciativa da Aleac de levar o debate a todas as regionais. “A lei já tem 13 anos e precisava de uma reformulação. Foi a oportunidade que tivemos de inserir propostas ”, avaliou.

A deputada Leila Galvão ficou impressionada positivamente com a grande participação de pais, alunos e professores. “A Comissão de Educação tem o objetivo de legitimar a participação da sociedade para que os deputados tenham a segurança necessária no momento em que o projeto de lei esteja no plenário da Aleac para ser votado”, analisou.

O presidente do Sinteac em Cruzeiro do Sul, Edvaldo Gomes, lembrou que a Lei de Gestão foi uma grande conquista dos trabalhadores em Educação e que o Acre foi o primeiro estado do Brasil em que os líderes da categoria puderam escolher seus representantes de forma democrática. “A lei já tem 13 anos, muita coisa melhorou e muita coisa precisa mudar”, constatou.

Ele destaca a sugestão da participação de docentes na escolha de diretores – item apoiado pelo sindicato – e a discussão sobre a paridade de votos no coeficiente de alunos, pais de alunos e servidores. “São pontos que precisam ser debatidos para que haja melhor entendimento”, argumentou.

 

Da Agência de Notícias do Acre.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.