Rio Branco, Acre, 24 de setembro de 2020

Patrimônio de Claudia Cruz aumentou 151% em seis anos, diz Receita

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Os técnicos da Receita Federal informaram que a jornalista Claudia Cruz, mulher do presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, teve um crescimento patrimonial de 151% em seis anos, de 2008 a 2014.

De acordo com a Receita, a jornalista usou artifícios para justificar o aumento de patrimonial, como recebimentos de pessoas físicas, o que na prática dificulta o rastreamento.

“Tudo leva a crer (logicamente dependendo do aprofundamento das investigações pelo MPF ou DPF) de que as investigadas utilizaram, em tese, como instrumento de lavagem de dinheiro a própria entrega de DIRPF para a Receita Federal, lançando valores no item de rendimentos recebidos de pessoas físicas (e de fato, na prática, regularmente, não há outra forma de fazê-lo para tributar espontaneamente alguma renda sem origem)”, diz o relatório da Receita.

Segundo informações do Extra, em 2010, apenas uma conta de de Cláudia Cruz, no Itaú-Unibanco, movimentou cerca de R$ 2,5 milhões.

“A atitude arredia da Sra. Claudia Cordeiro Cruz revela desapreço e, até mesmo, singular menosprezo institucional ao Banco Central do Brasil”, afirma o documento.

Para a força tarefa da Lava-Jato, Cláudia tinha plena consciência dos crimes que praticava sendo a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, por meio da qual pagou despesas de cartão de crédito no exterior.

 

Com informações de Notícias ao Minuto.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.