Rio Branco, Acre, 28 de outubro de 2020

BB anuncia R$ 120 milhões para investimento na produção rural

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os secretários de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Lourival Marques, e de Agricultura e Pecuária (Seap), José Carlos Reis, participaram na manhã desta terça-feira, 5, do anúncio dos recursos disponíveis por meio do Banco do Brasil para o Plano Safra 2016/2017.

Os valores divulgados deixaram entusiasmados os representantes do governo do Acre e do setor produtivo que estiveram presentes ao anúncio.

Em todo o país, o Banco do Brasil irá disponibilizar R$ 101 bilhões para investimentos no setor rural brasileiro.

Só para crédito rural a produtores e cooperativas, os valores somam 91 bilhões – um crescimento de 10% em relação à safra passada.

Os recursos estão divididos entre operações de custeio e comercialização, e créditos de investimentos agropecuário.

Durante o anúncio foi destacada a importância da agricultura para o país. A atividade é responsável por 22% do Produto Interno Bruto (PIB), 33% dos empregos gerados e 46% da exportação brasileira.

Recursos disponíveis para o Acre crescem 20%

Especificamente para investimentos na produção rural acreana, o Banco do Brasil anunciou que tem à disposição dos produtores cerca de R$ 120 milhões.

Toninho Soares, superintendente do Banco do Brasil no Acre, destacou que as 24 agências da instituição no estado estão aptas a trabalhar com o agronegócio.

“Esperamos até superior essa meta de 120 milhões e, caso precise, iremos em busca de mais recursos para o agronegócio no estado. Fizemos questão de capacitar nossos funcionários e hoje, todas as agências estão capacitadas para atender o produtor rural”, explicou.

Quem também saiu satisfeito do encontro, foram os representantes do setor produtivo. Beto Moreto, produtor rural e empresário do ramo do café e de frigorífico, elogiou as taxas de juros do Plano Safra. “São linhas de crédito de baixo custo que incentiva as cadeias produtivas de quem trabalha com a produção rural”.

Outra linha de crédito que teve um aumento significativo foi do agronegócio, com um incremento de mais de 42%. “O Acre precisa do crédito para que a tecnologia chegue até os produtores e eles tenham condições de aumentar a produção”.

Já para a agricultura familiar, o volume de recursos chega 60 milhões de reais. “Nosso desafio agora é fazer com que o produtor tenha condições de acessar esses recursos. Todos os nossos escritórios estão prontos para atender o homem do campo e elaborar seus projetos de crédito”, afirma Lourival Marques, gestor da Seaprof.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.