Rio Branco, Acre, 30 de outubro de 2020

Casos de dengue continuam em queda no Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A edição número 17 do boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira, 4, pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), sobre as notificações de dengue, zika vírus e chikungunya no Acre, apresentou uma redução de 30% nos casos de dengue em comparação a 2015.

De acordo com a gerente da Vigilância Epidemiológica da Sesacre, Eliane Costa, 75% dos focos são encontrados em domicílios. Ela alerta que o combate à dengue, zika vírus e chikungunya é feito por meio do controle da proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor dessas doenças, com a eliminação de possíveis criadouros, como calhas, vasos de plantas, pneus, recipientes de bebedouros e geladeiras, por exemplo.

Até a 25ª Semana Epidemiológica, foram notificados 7.896 casos suspeitos de dengue em 2016, que corresponde ao período de 3 de janeiro a 25 de junho. Desses, 912 (12%) registros foram confirmados.

No mesmo período, em 2015, registraram-se 11.212 casos suspeitos, 4.597(41%) dos quais confirmados.

Febre chikungunya

As notificações de febre chikungunya até a 25ª semana apresentaram 992 casos suspeitos no estado, sendo que o maior número de notificações se deu na 6ª semana epidemiológica de 2016, com 78 (8%) casos – uma queda considerável nas semanas seguintes.

Das 809 coletas realizadas no Estado, 367 amostras foram encaminhadas ao laboratório de referência da Região Norte, o Instituto Evandro Chagas (IEC), e 442 para o laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen).

Zika vírus

Foram notificados na 25ª semana 1.383 casos suspeitos de zika vírus. Desses, 23 (2%) foram confirmados pelo laboratório de referência IEC, 1, pelo laboratório LABCO NOÛS, 23 (2%), descartados e 1.335 (97%) estão em investigação, aguardando confirmação ou descarte.

Dos 24 casos confirmados laboratorialmente de zika, 23 são autóctones (quando a doença é contraída dentro do município de residência).

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.