Rio Branco, Acre, 20 de outubro de 2020

Flamengo estuda duas possibilidades para contratar Diego

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A diretoria do Flamengo quer Diego para comandar o meio de campo no Campeonato Brasileiro. A negociação entrou em pauta em anos anteriores, mas desta vez tem possibilidade real de ser concretizada. O clube rubro-negro vê no jogador uma espécie de parceiro para viabilizá-la.

As conversas com Diego são tratadas pela alta cúpula da diretoria. O presidente Eduardo Bandeira de Mello, o vice de futebol, Flávio Godinho, e o vice de gabinete da presidência, Plínio Serpa Pinto, são os responsáveis por trazer para a Gávea o nome considerado ideal na criação de jogadas.

Existe um acordo entre as partes no aspecto financeiro. O Flamengo propôs arcar com salários na casa dos R$ 600 mil. O contrato também está pautado em premiações e luvas divididas em 30 parcelas de R$ 160 mil, mas que ainda deixariam o jogador distante da realidade europeia.

Diego ainda possui um ano de contrato com o Fenerbahçe, da Turquia, e está empenhado na tentativa de voltar ao Brasil. Ele tem cinco dias para resolver a situação contratual com os turcos, já que a janela de transferências internacionais fecha na próxima terça-feira (19).

São duas as possibilidades trabalhadas pelo Flamengo. A primeira é a de que Diego entre em acordo para rescindir o vínculo e fique livre para assinar com o clube carioca. Desta forma, o meia só precisaria se desvincular do Fener até o dia 19, podendo assinar com o time carioca a qualquer momento depois disso.

A segunda alternativa envolve um investimento maior. Se Diego não obtiver sucesso na negociação com os dirigentes turcos logo nas primeiras tratativas, o Flamengo tentará acordar um valor a ser pago pela rescisão contratual. Obrigatoriamente, este modelo de negócio precisaria ser concluído até o fechamento da janela.

As partes estão empenhadas e existe um clima de otimismo nos bastidores. Diego não é o único jogador de meio de campo trabalhado pelo departamento de futebol, mas é o favorito dos dirigentes. É com ele que o Flamengo deseja fechar o elenco para ainda brigar por títulos em 2016. Os próximos dias serão decisivos e o relacionamento com o meia pode fazer a diferença.

 

Com informações da Folhapress.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.