Rio Branco, Acre, 4 de dezembro de 2020

Padrasto é condenado por estuprar menina de 13

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Justiça do Acre condenou um homem a 16 anos de prisão por estupro de vulnerável. O acusado teria sido flagrado abusando da enteada de 13 anos em 2015, na cidade de Epitaciolândia, interior do Acre. A decisão é da Vara Criminal do município e foi publicada no Diário da Justiça do Acre.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), a vítima contou que o padrasto esperava a mulher, mãe da adolescente, ir trabalhar para praticar os abusos. O casal estava junto há seis anos .

Ainda segundo o TJ-AC, o crime foi descoberto em julho do ano passado, quando a mulher chegou em casa mais cedo e flagrou o abuso. Após ser preso, o homem confessou o crime em depoimento, conforme a publicação.

A juíza que assinou a sentença, Joelma Ribeiro, detalhou no processo que o acusado teria praticado sexo com menina, como também outros atos sexuais.

 

Com informações do G1.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.