Rio Branco, Acre, 26 de janeiro de 2021

Programa de Aquisição de Alimentos beneficia 39 entidades em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O governo relançou nesta sexta-feira, 29, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Cruzeiro do Sul em ambiente, ao lado das instalações da Cageacre, preparado com uma ampla exposição da produção agrícola regional, que em seguida foi entregue a 39 entidades beneficentes do município.

O governador Tião Viana, o gestor da Secretaria de Estado de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof), Lourival Marques, o deputado federal Leo de Brito e o deputado estadual Daniel Zen prestigiaram o ato, além de produtores rurais e representantes das entidades beneficiadas com a doação dos alimentos.

Segundo informa Marques, está sendo investido neste ano no programa em Cruzeiro do Sul um montante de R$ 417 mil.

Em todo o estado, o investimento alcança R$ 4,7 milhões, beneficiando 1.800 produtores rurais. “Isso dá ao produtor rural uma receita para que ele possa melhorar sua atividade produtiva, e o pagamento tem preço diferenciado, recebendo diretamente do governo, sem a presença do atravessador.

Marques ainda destacou que, dos 27 estados da União, apenas cinco tiveram o PAA aprovado, entre eles o Acre.

O produtor rural Benevenuto dos Santos, presidente da Sociedade Agrícola do Ramal 3, agradeceu pela retomada do PAA. Ele disse que, de sua região, são 68 os produtores que participam. “A retomada é boa demais, pois damos vazão a produtos que às vezes se estragam, como o mamão, as verduras e a melancia, e isso a um preço diferenciado”, disse.

O governador Tião Viana procurou incentivar os produtores presentes, apresentando vários casos de pessoas que estão tendo sucesso na agricultura em produtos como mamão, melancia, milho, macaxeira e na criação de peixes e pequenos animais.

“Sem desmatar, a economia rural no Juruá ainda pode crescer muito”, salientou. Viana ainda falou das novas oportunidades que estão surgindo por intermédio do plantio de açaí e da cultura do bambu. O Banco da Amazônia deverá abrir uma linha de financiamento para o plantio de bambu, pois já há uma grande empresa estabelecida no Acre para beneficiá-lo

Tânia Santos, representante da Fundação Betel, uma das entidades beneficiadas e que cuida de 40 crianças, falou de sua alegria com a volta do programa: “Estamos gratos por este programa reiniciar, porque a esperamos com ansiedade receber durante o ano os alimentos que vêm somar na dieta nutricional das nossas crianças”.

O deputado estadual Daniel Zen destacou que durante seu período à frente da Secretaria de Estado de Educação o programa de aquisição de alimentos era um dos que ele considerava mais proveitosos.

O deputado federal Leo de Brito lembrou que, junto com os colegas Raimundo Angelim e César Messias, está atento, na Câmara Federal, para combater qualquer retrocesso do atual governo provisório em relação à agricultura familiar.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.