Rio Branco, Acre, 28 de novembro de 2020

No Acre, amigos saem para caçar “Pokémons” e quase acabam presos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Pokémon Go” foi lançado na última quarta-feira, 4 de agosto, e logo no primeiro dia, no Acre já virou caso de polícia. Isso mesmo, policiais do 1° Batalhão de Polícia Militar (1° BPM) foram acionados para atender uma ocorrência envolvendo jogadores da nova sensação do momento.

O game é um jogo gratuito para smartphones. Os treinadores como são chamados, procurar criaturas que aparecem em vários locais das cidades. E só é possível visualizá-los a curtas distâncias por meio dos telefones móveis, mas o jogador usando o GPS sabe onde os personagens podem ser encontrados.

A ocorrência

Era aproximadamente 21h30, quando o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) repassou a ocorrência.

Após alguns minutos, a viatura 111 realizou a abordagem dos suspeitos. De acordo com os policiais militares, os homens tinham idades entre 20 e 30 anos, e estavam totalmente fissurados em pegar Pokémons. Eram dois carros, mas só um veículo foi abordado.

“O vigia do museu da Borracha e alguns algumas pessoas que passaram no local acionaram a polícia, ligando 190. Disse um soldado que atendeu a ocorrência. Ainda segundo o militar, os homens estavam fissurados, que não queriam lagar o celular para nada, e após a abordagem um deles, pegou o celular e falou, “olha um pokémon e saiu”.

De acordo com a guarnição, nesses casos é necessário que os jogadores procurem locais e horários adequados para procurarem os Pokémons, já que criminosos poderão invadir locais com a desculpa de estarem à procura dos monstrinhos do mundo virtual. E a população aos perceber qualquer movimentação diferente deve sim, acionar a polícia, afinal nunca se sabe se realmente são treinadores que estão na região ou os larápios da vida.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.