Rio Branco, Acre, 29 de novembro de 2020

Weverton pode terminar olimpíadas sem sofrer gol

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Dos campinhos de barro da capital do Acre para os modernos gramados dos estádios que recebem a Olimpíada Rio 2016, Weverton cresceu. Como sempre sonhou, veste a camisa da seleção brasileira e, com cinco jogos, pode se orgulhar: em 450 minutos (tirando os acréscimos), ainda não levou gol. Não foi tão exigido na primeira fase, mas, nas poucas vezes que precisou aparecer no mata-mata, cumpriu seu papel.Chamado de última hora para substituir Fernando Prass, o acreano ganhou espaço e pode terminar os Jogos com moral e motivos para ser chamado de novo.

Weverton pode se tornar o primeiro goleiro brasileiro a conseguir uma medalha de ouro e sem levar gol. Ele já igualou a campanha do goleiro espanhol Santiago Canizares. Na Olimpíada de Barcelona, em 1992, o arqueiro foi o último a chegar numa decisão olímpica sem tomar gols.

No jogo de estreia, contra a África do Sul, Weverton só apareceu quando Dolly cruzou forte, no primeiro tempo. A bola explidou no peito do goleiro, que fez a defesa em dois tempos. Na segunda rodada, contra o Iraque, a trave salvou o camisa 1 brasileiro após cabeceada de Abdul-Raheem. Fechou a fase de classificação sem ser exigido no duelo decisivo com a Dinamarca.

Nas quartas de final, o jogo contra a Colômbia começou com um susto de Weverton. Nos primeiros minutos, Rodrigo Caio recuou, o goleiro deixou a bola passar e quase se complicou com o carrinho do colombiano Preciado. No mesmo confronto, foi exigido em mais duas oportunidades: uma num chute da direita de Borja e outra em finalização fora da área de Pabón.

E foi contra Honduras, na semifinal, que o jogador do Atlético-PR fez as primeiras grandes defesas com a camisa da Seleção. Aos 36 do segundo tempo, Elis arriscou de longe e Weverton espalmou com as duas mãos para escanteio. Narrada por Galvão Bueno, foi a defesa para a dona Josefa, mãe do acreano.

Para se consagrar, Weverton & Cia buscam o ouro inédito do futebol masculino da Olimpíada contra a Alemanha, neste sábado, às 17h30 (de Brasília), no Maracanã. A partida terá transmissão ao vivo da TV Globo, SporTV e GloboEsporte.com. A Rádio Globo e a CBN também acompanham a decisão.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.