Rio Branco, Acre, 27 de novembro de 2020

Chefe de gabinete de Vagner Sales é preso pela Polícia Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A Polícia Federal prendeu no fim da tarde desta terça-feira, o chefe de gabinete do prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, Mario Neto, por corrupção ativa e compra de votos.

Junto com Mario Neto, a PF prendeu também o dirigente do PSDB, Edson de Paula. Edson deixou a candidatura de Henrique Afonso para apoiar o candidato de Vagner, Ilderlei Cordeiro.

Emerson Amorim, candidato à vice-prefeito na chapa de Henrique Afonso, afirma possuir uma gravação de um hora e quarenta minutos em que Vagner Sales explica a Ilderlei Cordeiro como é o esquema de compra de votos, com destaque para a zona rural.

Ainda segundo Emerson, do PSDB, a gravação comprova o acerto de cinco mil reais para cooptação de candidatos do PSDB pelo PMDB.

Nesta quarta-feira, o PSDB deverá pedir ao TRE a impugnação da candidatura de Ilderlei Cordeiro.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.