Rio Branco, Acre, 26 de janeiro de 2021

Lula sobre Olimpíadas: “me senti no filme ‘Esqueceram de Mim'”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua mulher, Dona Marisa, participaram, na noite desta segunda-feira (15), do seminário sobre os 10 anos da Lei Maria da Penha. O evento foi organizado pela CUT São Paulo e ocorreu na Casa de Portugal do Grande ABC, em Santo André.

O petista afirma que a lei é um marco regulatório do tratamento que as mulheres tem que receber no Brasil ou em qualquer outro lugar do mundo.

“Acabou o tempo, que deveria fazer parte da pré-história, em que a mulher era tratada como objeto de cama e mesa”, disse o ex-presidente, complementando que as mulheres não podem ser tratadas como objeto e que devem buscar protagonismo “dentro e fora de casa”.

Lula falou sobre seu orgulho em ter sido sucedido por Dilma Rousseff, que “foi barbaramente torturada e chegou à presidência sem ódio”. Seguiu afirmando que o país deve ser governado como “se fosse por uma mãe”.

Ainda sobre a Lei Maria da Penha, o ex-presidente diz que existe uma “luta fundamental que temos de fazer: que as mulheres tenham além dos mesmos direitos, o mesmo salário dos homens”.

Lula também relembra das vezes que procurou emprego e não conseguiu por falta de qualificação profissional, mas que hoje se orgulha de onde chegou: “nós não nascemos para bater palmas para a elite, nós queremos ser aplaudidos também”.

Sobre o evento de abertura dos Jogos Olímpicos, o petista lamentou: “me senti como no filme ‘Esqueceram de Mim’. Me dei conta que não existiria Olimpíada no Brasil se não fosse eu”, e continuou relembrando como aconteceu a escolha do Rio de Janeiro como sede das Olimpíadas: “quando aquele gringo falou ‘Rio de Janeiro’ eu poderia morrer ali, porque tinha realizado o sonho de trazer a olimpíada para o Brasil”.

Em seu discurso, o petista falou novamente sobre o que considera um “golpe” contra a democracia brasileira: “estamos vendo esse golpe e sabemos que eles não cassaram a Dilma. Cassaram o voto de vocês”.

“Mas eles façam o que quiserem, porque em 2018 nós vamos voltar a governar esse país através do voto democrático”, invocou Lula, deixando no ar se vai ou não concorrer como candidato à presidência.

 

Com informações de Notícias ao Minuto.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.