Rio Branco, Acre, 24 de novembro de 2020

Aliados dizem que sessão de cassação de Cunha não terá quorum

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A sessão de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), marcada para o dia 12, possivelmente terá quorum. Quem deixou escapar a informação foi o deputado como Jovair Arantes (PTB-GO). Ele justificou a futura ausência dos parlamentares na sessão, por conta das eleições municipais, em outubro.

De acordo com a publicação da coluna de Mônica Bérgamo da Folha de São Paulo, Arantes explicou que os deputados estarão em plena campanha a partir do mês de setembro. Dificilmente 257 deles, número necessário para a cassação, estarão em Brasília.

“Só eu tenho 64 municípios para visitar [em Goiás]”, diz Arantes. “Os deputados estão sendo muito solicitados por candidatos a prefeito e a vereador. Antes podíamos ajudá-los indicando uma empresa, um amigo para doar recursos [para as campanhas]. Agora [que o financiamento privado foi proibido], só nos resta apoiá-los com a nossa presença”, diz.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.