Rio Branco, Acre, 29 de novembro de 2020

Diálogo de whatsapp aponta que OAS repassou R$ 5 milhões para Temer

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Em diálogo de WhatsApp, divulgado esta semana, veio à tona a informação de que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) pressionou Léo Pinheiro, da construtora OAS, por ter dado “5 paus para MICHEL (Michel Temer) direto de uma vez” em 2014, ainda quando este era vice-presidente. O motivo da pressão é de que era preciso também receber mais dinheiro para as campanhas de outros integrantes do PMDB.

De acordo com o que foi publicado pelo site Buzzfeed, o diálogo entre Cunha e Léo Pinheiro também levanta a suspeita de que Moreira Franco, hoje o homem-forte do programa de privatizações do novo governo, arrecadava doações para o PMDB de uma empresa concessionária de aeroporto enquanto era ministro da Aviação Civil de Dilma Rousseff

Na conversa, Eduardo Cunha cobra Léo Pinheiro por ter dado R$ 5 milhões para “Michel direto de uma vez, antes”. O tom de Cunha é de inconformismo. O motivo da irritação do deputado é que Léo Pinheiro não havia feito doações a outros dois peemedebistas da “turma”, o atual ministro da secretaria-geral de Governo, Geddel Vieira Lima (BA), e o ex-ministro do Turismo, Henrique Alves (RN).

Confira o diálogo, que teve início às 13h43 da sexta-feira, 29 de agosto de 2014:

Eduardo Cunha: “E vc ter feito 5 paus para MICHEL direto de uma vez, antes. Todos souberam e dá barulho sem resolver os amigos. Até porque Moreira tem mais rapidez depois de prejudicar vocês do que os amigos que brigaram com ele por você. Entende a lógica da turma? Ai inclui Henrique, Geddel, etc…”

Léo Pinheiro: “Cuidado com a sua análise. Lhe mostro pessoalmente a quantidade dos amigos.”

Cunha: “Eles tão chateados porque Moreira conseguiu de você para Michel 5 paus e você já depositou inteiro e eles que brigaram com Moreira, você adia. É isso”.

Leo Pinheiro: “Você dar, ninguém tem nada a ver com isso. É só a preferência”.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.