Rio Branco, Acre, 24 de novembro de 2020

No Acre, vinte e seis pessoas são denunciadas por integrarem o “Bonde dos 13”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O juiz Manoel Pedroga, da Vara Criminal da Comarca de Bujari, aceitou denúncia do Ministério Público do Acre (MPAC) para correr ação penal contra 26 pessoas suspeitas de integrarem a organização criminosa “Bonde dos 13”, que ficou fortemente conhecida no Acre após as duas ondas de violência.

Segundo a denúncia, todos os listados fazem parte do Bonde, exercendo diferentes funções na “hierarquia” do grupo, promovendo ações delitivas – com a participação de menores e em conexão com outras facções – tanto em Rio Branco quanto em outras “várias cidades do Interior do Estado”.

De acordo com o MPAC, há um farto conteúdo de provas que apontam todas as denúncias, incluindo fatos documentais e testemunhais, além da quebra dos sigilos telefônicos dos acusados e mensagens de texto e voz no aplicativo WhatsApp localizadas em celulares apreendidos por meio de diversas operações policiais.

Na mesma decisão, Manoel Pedroga também revogou a prisão preventiva de 27 outros representados, a pedido do próprio MPAC, considerando não haver justa causa – nesse momento – para o oferecimento de denúncia em relação a estes.

Ainda segundo o Tribunal de Justiça, o Inquérito foi enviado de volta à Autoridade Policial para continuação das investigações e possível novo oferecimento de denúncia ao Poder Judiciário.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.