Rio Branco, Acre, 28 de novembro de 2020

Mesa diretora tentou aprovar aumento, mas proposta foi barrada por iniciativa de Valdemir Neto (PT)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
v-neto

Vereador Valdemir Neto (PT). Autor da proposta que barrou o aumento de salário dos vereadores.

Apesar de não ter sido reeleito, o vereador Valdemir Neto (PT) termina seu mandato de maneira honrosa, ao impedir que a câmara aprovasse um aumento aos próprios vereadores. No apagar das luzes, a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Cruzeiro do Sul apresentou projeto de lei que definia aumento salarial para a próxima legislatura. A proposta apresentada baseava-se na prerrogativa constitucional que estabelece o teto máximo dos vereadores em 40% dos salários do deputados estaduais. Como no Acre, este salário é de R$27.300,00, com a proposta o salário dos vereadores iria para R$10,950,00, quase três mil a mais do que os R$8.019,00.

O vereador Valdemir Neto (PT) posicionou-se contrário à proposta, que mesmo sendo legal do ponto de vista jurídico, traria ônus ao orçamento público em um momento delicado, além de passar uma mensagem negativa à sociedade em um momento de crise.

Valdemir Neto apresentou uma emenda, mantendo o salário nos atuais valores. A proposta recebeu a adesão da maioria dos parlamentares e acabou vencendo: seis vereadores votaram à favor da manutenção, dois votaram pelo aumento e cinco se abstiveram.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.