Rio Branco, Acre, 27 de novembro de 2020

Artigo: Povo gosta é de Treta!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

por Leandro Altheman

De Volta a Sucupira

Deixemos por hora o ‘grande debate nacional’ e voltemos às Embiaras de nossa boa e velha Sucupira do Muro Baixo.

Oremos? Tretemos!

Por aqui, acha-se elegante dizer que ‘o povo gosta de propostas e trabalho’. Mentira, o povo gosta mesmo é de treta e de babado. E teremos muito pela frente.

Medo de Chifre

Um eleitor veio me confidenciar que O Márcio do PT de Rodrigues Alves, perdeu para Sebastião Correia por que ‘o povo tava com medo de pegar chifre’. E continua ‘Só votou mesmo quem não liga, ou já está acostumado”. Diz que o moço é perigoso lá pelas bandas de Nossa Senhora do Estirão da Arraia.

-E você, votou em quem? Perguntei

– No Sebastião Correia, é claro, que eu não sou besta.

Entre o amigo e a piada… pense

Brincadeiras à parte

A vitória de Sebastião Correia (PMDB), estranhamente, foi comemorada aqui em Cruzeiro do Sul, mesmo por figuras ligadas à FPA. Diz-se que, o homem é cumpridor de palavra, o que conta muito. Não que seu adversário não o seja. Mas aí, contou muito a onda de rejeição ao PT que abarcou o país inteiro.

Fico devendo ao leitores, alguma avaliação de Mâncio Lima, Porto Valter e Guajará, pleitos que realmente não acompanhei de perto.

Quem não luta, não come fruta

Festejada a nível nacional a eleição do ashaninka Isaac Pianko (que infortunamente ao meu ver se deu pelo fisiológico PMDB). Mas há que se dizer do prefeito eleito, que não lhe faltam adjetivos qualificantes. Não se trata de ‘apenas um índio’, mas de um professor que é referência no estado e no país. Isaac Pianko tem todas as condições de realizar um mandato histórico, colocando Marechal Thamaturgo no mapa do mundo e do século XXI.

Fica o recado dos Ashaninka: a gente luta, mas come fruta. Quem ficar esperando por unção de ‘grandes caciques da política’, seja do azul ou do vermelho, acaba comendo restos.

Já em Cruzeiro do Sul… esse continua dominado pelas embiaras gordas que não podem largar a fonte. A familiocracia depende de que permaneçamos atrelados ao início do século XX para sobreviver.

Agora, seja dito: erro da FPA acreditar que TODOS que votam no 15, sejam analfabetos funcionais, quadrúpedes em busca de um cabresto. Errado:o tal ‘coronelismo’ se reproduz com imensa facilidade porque  muitas pessoas, em todos os estratos sociais, nutrem a expectativa de montar em algum quadrúpede. A cavalgada não pode parar.

Nãos sejamos tolos, ou inocentes. Não se trata de ‘luta de classes’. Nunca foi.  Quem quer mudança, seja através da FPA, ou do recém ressurgido PSDB compartilha a mesma classe social das lideranças do PMDB e seus apaniguados. Uma elite jeca, mas ainda assim uma ‘elite’. A diferença talvez apareça melhor quando se comparam as diferentes visões de mundo e expectativas (o que fica para ser aprofundado em outra ocasião). Mas o fato é que todos se encontram lá no Amnésia Pub.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.