Rio Branco, Acre, 25 de novembro de 2020

Dilma: ‘objetivo do golpe é impedir Lula em 2018’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A ex-presidente Dilma Rousseff deu entrevista à Radio Guaíba, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, nesta quinta-feira (13). Ela voltou a chamar o impeachment de golpe, e considerou que esse processo “continuado” ainda não terminou. Ela avaliou que, caso ocorra, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, investigado pela operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF), vai ser o “corolário do golpe”.

“Eu acredito que tem um quadro de golpe continuado. Este quadro tem como objetivo principal impedir que na eleição de 2018, o Lula participe da eleição como candidato. Acho que há um objetivo claro de condená-lo na segunda instância para inviabilizá-lo como candidato”, reassaltou.

Dilma chamou a PEC 241 de “PEC da Maldade”, que tem, para ela o objetivo final de acabar com a política de correção do salário mínimo. Negou ter ódio do presidente Michel Temer, afirmando que não tem razões para ter “ódio de traidor”.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.