Rio Branco, Acre, 27 de novembro de 2020

Diretores tentam impedir contratação de Oswaldo pelo Corinthians

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A quinta-feira (13) sem a oficialização de Oswaldo de Oliveira como técnico do Corinthians só serviu para aumentar a dor de cabeça de Roberto de Andrade, o presidente do clube.

A pressão para a desistência do acordo, que já era grande, ficou ainda maior. O dia sem o esperado anúncio serviu para os diretores e conselheiros que não são entusiastas do trabalho do ex-comandante de Sport ganharem força.

O provável anúncio do sucessor de Cristóvão Borges, aliás, causou até a ameaça de Eduardo Ferreira, diretor-adjunto de futebol, adiantar a sua saída, inicialmente programada para dezembro.

Edu, um dos poucos que resistiram à reformulação feita no time, na diretoria e na comissão, não escondeu a insatisfação com a decisão tomada única e exclusivamente por Roberto de Andrade.

Na visão dos que são contra a contratação, Oswaldo não faz um trabalho de peso há muito tempo e não ajudará em nada na busca do time por uma vaga na Libertadores de 2017. Roberto também ouviu a sugestão de diminuir o tempo de contrato com Oswaldo, mas a chance de o técnico aceitar é pequena. Foi justamente por não saber se teria emprego no ano que vem que o comandante decidiu deixar a equipe de Recife.

O dirigente está em um caminho sem volta. Ou assume a pressão do conselho e da diretoria, desiste do acerto e deixa Oswaldo sem o emprego ou assina com o comandante, honra a sua palavra e revolta boa parte do clube, inclusive seus aliados.

O dirigente já deu entrevistas assumindo contato com Oswaldo e relatou até ligação para o presidente do Sport para tratar da negociação. O comandante, por sua vez, já até falou que só falará sobre o acerto na sua apresentação.

Depois da vitória por 4 a 2 em cima do Santa Cruz, na quarta-feira (12), o nome de Oswaldo foi bastante comentado por jornalistas e jogadores. Marlone revelou que o técnico já tentou a sua contratação no passado. Guilherme elogiou o caráter e o trabalho do treinador, enquanto Carille preferiu não comentar o assunto.

Com o acerto adiado mais uma vez, fica mais difícil a chance de Oswaldo estrear no comando alvinegro ainda neste domingo (16), diante do lanterna América-MG, em seu próprio estádio.

 

Com informações da Folhapress.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.