Rio Branco, Acre, 23 de novembro de 2020

Comissionados de Cruzeiro do Sul estão sem salário há três meses

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Servidores com cargos comissionados da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, estão há três meses sem receber salários, de acordo com a Secretaria de Finanças do município. O problema seria devido a queda da receita do poder público municipal e causou ainda a demissão de servidores provisórios e suspensão de pagamentos para fornecedores.

Aproximadamente 200 profissionais exercem cargos em comissão no município. “O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) não está cobrindo nem a folha dos efetivos. Estamos juntando toda a arrecadação para ver o que dá para fazer. Só que a receita diminuiu muito. Tínhamos uma arrecadação de R$ 15 mil por dia e caiu para cerca de R$ 3 mil”, argumenta o secretário de Finanças, Eudes Bandeira.

No caso dos servidores efetivos, os salários que eram pagos entre os dias 20 e 23 agora são feitos apenas no dia 30 de cada mês. Já a situação dos comissionados não tem previsão para ser resolvida. “Mandamos fazer a folha de pagamento, mas estamos dependendo da entrada de dinheiro em caixa”, diz. O secretário não disse ainda o quantitativo de servidores demitidos.

Bandeira diz ainda que a gestão trabalha para não deixar débitos ao próximo prefeito. “Eu tenho três meses para receber. Já suspendemos o pagamento de fornecedores, para ver o que a gente faz para esta semana que vem. Tudo vai depender da receita. Nossa determinação é quitar o pagamento de todos os servidores antes de 31 de dezembro. Não queremos deixar pendência para a futura administração”, finaliza.

Crise
Essa não é a primeira vez que os comissionados de Cruzeiro do Sul enfrentam problemas para receber. Em julho, eles foram pagos após 20 dias. Na época, o então secretário de Administração, Mário Neto, disse que a perspectiva era que novos atrasos ocorressem.

Nos últimos meses, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul aplicou uma série de medidas para manter as contas em equilíbrio. No final de 2015, o prefeito anunciou um corte de 25% nos salários dos secretários de estado, servidores comissionados e provisórios.

Já em abril, pôs à venda, por R$ 1,7 milhão, uma área de  31. 889,41m², na Avenida 25 de Agosto. O objetivo era utilizar o dinheiro da venda para investir na malha viária da cidade. A venda, porém, não deu certo.

 

As informações são do Portal G1.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.