Rio Branco, Acre, 29 de novembro de 2020

Com chuva, cratera em rodovia de Cruzeiro do Sul sofre novo desmoronamento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Há dois anos, os moradores de Cruzeiro do Sul reclamam da erosão que atinge a rodovia AC-405, principal via que liga o Centro ao aeroporto da cidade. Um dos pontos turístico, o Igarapé Preto, também fica às margens da estrada e a cratera acaba atrapalhando e preocupando os motoristas que passam pelo local.

O superintende do Departamento de Estradas e Rodagens do Acre (Deracre), Marcos Pereira, informou que o órgão está entrando em contato com o setor de Obras da Prefeitura para que haja uma solução.

Com a aproximação do “inverno amazônico”, as chuvas são mais constantes. A rodovia também liga Cruzeiro do Sul a outras cidades vizinhas, como Mâncio Lima e Rodrigues. Julio César Afonso da Silva, de 37 anos, é autônomo e mora em uma comunidade onde precisa passar pela rodovia. Ele diz que, com o passar do tempo, o problema só se agrava.

“Passo aqui todos os dias e sempre está piorando. Eles colocam essas placas e pedaços de madeira para avisar, só que tem dia que você só falta cair. Essa estrada é fundamental e em uma chuva é muito perigoso”, reclama.

Moradora de Mâncio Lima, Alessandra Souza, de 35 anos, conta que a falta de sinalização dificulta o tráfego na via. “Não tem sinalização e os riscos dobram. E esse é o único acesso de quem vem de Mâncio Lima”, reclama.

O autônimo Edevan Silva, de 35 anos, acredita que uma revitalização é necessária tanto para os motoristas, que precisam trafegar pelo local, como para os banhistas, que frequentam o balneário. “Além de rua, isso aqui é um balneário muito frequentado. As pessoas deixam de vir por causa desse problema”, acredita.

O superintende do Deracre explica que um projeto já havia sido preparado para a revitalização do espaço, porém, como a Prefeitura conseguiu a responsabilidade pelo terreno, a obra ficaria a cargo da administração municipal.

“É um problema de muito tempo na rodovia estadual, que é de responsabilidade do Deracre, mas, infelizmente, não conseguimos fazer as medidas paliativas devido ao fato de ser uma obra onerosa. O projeto foi feito em Rio Branco. Porém, a prefeitura tinha um projeto junto com a Suframa [Superintendência da Zona Franca de Manaus] para a revitalização que contempla uma obra na encosta”, explica.

Mesmo com a profundidade e abrangência da cratera, Marcos Pereira diz que não há perigo de rompimento na via. “Segundo a avaliação dos nossos engenheiros, não há risco de apartar a rodovia porque a parte que cedeu já estava solta e a parte de dentro é bem consolidada. Mas vamos continuar monitorando a situação”, finaliza.

Revitalização

Em 22 de dezembro de 2015, após assinatura de um termo de concessão com a Infraero, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul, município localizado a 648 quilômetros de Rio Branco, ficou responsável pela área do balneário Igarapé Preto, que faz parte do sítio aeroportuário da cidade e pertence a União.

Em setembro de 2016, a Prefeitura informou no Diário Oficial do Estado que requereu do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) a Licença Ambiental Única (LAU) para iniciar a revitalização do balneário Igarapé Preto. Na época, o Imac informou que o local pode ser revitalizado em até quatro anos.

 

Por Anny Barbosa.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.