Rio Branco, Acre, 28 de julho de 2021

61° BIS realiza Operação Escudo Negro no Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

No período de 09 a 26 de agosto de 2017, o 61 Batalhão de Infantaria de Selva e tropas do Comando de Operações Especiais (COPESP) do Exército Brasileiro, situado na cidade de Goiânia (GO), do 4 Batalhão de Aviação do Exército e Órgãos de Segurança Pública (OSP) realizaram na região do Alto Juruá a Operação Escudo Negro.

A operação contou com um efetivo aproximado de 250 militares, sendo 110 do COPESP, com o emprego de 02 (duas) helicópteros Black Hawk, meios fluviais e terrestres, equipamentos e armamentos de última geração e alta precisão.

A Operação Escudo Negro teve como foco o adestramento especializado das tropas do 61 BIS e do COPESP, específico para o ambiente operacional local, ações de reconhecimento especializado, operações de inteligência e operações psicológicas.  Durante a Operação foram realizados o reconhecimento de marco de fronteira com o Peru, o deslocamento de tropas totalizando cerca de 1000 km percorridos e a ligação com tropas do Exército Peruano nas localidades de Tipisca e Breu, no país vizinho.

Como atividade complementar à Operação, foi realizada uma Ação Cívico Social (ACISO) na região do ramal São Domingos, em Mâncio Lima. A ACISO, que contou com o apoio da Prefeitura local, secretarias e outras organizações, atendeu mais de 100 (cem) famílias na região, por meio de atendimentos médico, odontológico, exames laboratoriais rápidos, distribuição de medicamentos, orientações de Assistente Sociais e assistência jurídica por integrantes da OAB.

 Os resultados da Operação Escudo Negro foram extremamente positivos, uma vez que foram atualizadas diversas informações sobre a região do Alto Juruá, permitindo a identificação de rotas de entrada e áreas críticas de crimes transfronteiriços e de pessoas que possivelmente contribuem para a ocorrência destes ilícitos.

A Operação Escudo Negro permitirá o emprego futuro e breve mais eficiente das tropas da Força Terrestre e OSP na região do Alto Juruá, visando o combate aos ilícitos transfronteiriços e ambientais.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!