Rio Branco, Acre, 25 de julho de 2021

FIEAC aponta em relatório situação crítica na BR-364

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A visita técnica que a equipe da Federação das Industrias do Acre(FIEAC) fez  durante os dias 7 e 8 de setembro na BR 364ao longo do trecho entre Rio Branco e Cruzeiro do Sul, resultou em um robusto relatório que alerta para o fechamento da rodovia caso não sejam executados serviços emergenciais.

O documento foi divulgado pelo presidente da instituição, José Adriano, durante café da manhã com jornalistas, empresários e  representantes de sindicatos.  Nele, a FIEAC enumera mais de quarenta pontos na rodovia que precisam sofrer urgente intervenção, caso contrário, a estrada vai ficar intrafegável durante o período invernoso.

¨ Sem manutenção a 364 vai fechar. Nossa proposta é alertar as autoridades para a situação em que se encontra a rodovia. Esse relatório aponta os trechos que precisam ser recuperados com urgência. O mais grave que a gente achou são as cabeceiras de ponte. Em Tarauacá tem um improviso, com a pista estreita e sem sinalização de segurança, que pode resultar em acidente. A gente sabe que tem que fazer esse enfrentamento. Eu tenho certeza que o DNIT sabia desses problemas, mas o DNIT tem outras demandas¨, disse Adriano.

O presidente da FIEAC disse que o relatório será entregue para os deputados estaduais na próxima semana. Ainda esse mês, ele pretende também repassar o documento para a bancada federal e protocolar o mesmo conteúdo no Ministério dos Transportes, durante audiência em Brasília.

Adriano falou ainda da preocupação dos empresários das cidades situados ao longo da rodovia pela suspensão do tráfego na estrada durante o inverno amazônico. Na viagem, a equipe da FIEAC se reuniu com presidentes de Associações Comerciais no Purus, Tarauacá e Juruá, e todos ratificaram o receio de voltarem a ficar isolados via terrestre.

Em julho, o DNIT iniciou um trabalho de recuperação da rodovia com várias frentes de serviço, mas pela constatação da visita técnica da FIEAC, o serviço não vai ser concluído antes da chegada das chuvas, por isso, a instituição decidiu tornar público o relatório para alertar as autoridades quanto ao risco da 364, depois de quase duas décadas, voltar a isolar a capital do interior do estado.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.