Rio Branco, Acre, 3 de agosto de 2021

Governo fortalece agricultura familiar sustentável

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Da Aldeia Pinuya até as demais comunidades rurais de Tarauacá, o governador Tião Viana entregou, nesta sexta-feira, 1, investimentos para a produção sustentável.

Na Terra Indígena Colônia 27, o governo do Estado entregou 200 colmeias para criação de abelhas e mil pés de coco. Para mais de 580 famílias, foram entregues o bônus da Certificação de Produção Sustentável, finalizando um investimento de mais de R$ 814 mil para quem realiza práticas sustentáveis na atividade agrícola.

As ações fazem parte do Plano Agrícola apresentado para o município no mês de julho, que está investindo R$ 14 milhões. Para além do valor financeiro, o governador Tião Viana acredita que tais ações fortalecem as famílias agrícolas do Acre.

“São atos que dão capacidade para as famílias darem um passo a mais para o futuro. Trabalhamos com o sonho de ver o Acre totalmente rico na agricultura sustentável”, afirmou. “Trago, com esses investimentos, a esperança, trabalho e a certeza de que estamos lutando pelos trabalhadores rurais”, finalizou.

Na aldeia

Ao chegar na Aldeia Pinuyua, o governador e sua equipe foram recebidos com muitos cantos e abraços de agradecimento. Essa terra indígena é uma das menores da Amazônia, saiu de um pasto degradado, para uma frondosa floresta recuperada pelos índios que ali chegaram.

Com gritos de haux haux (saudação), o cacique e líder da comunidade, Assis Kaxinawá falou sobre o passado e futuro de sua gente. “Esta terra que era totalmente destruída, hoje está recuperada e com apoio do governo. Vocês ajudam e nós fazemos a festa. Se a semente dessa parceria for boa, a gente bota pra germinar”, declarou Assis, que agradeceu, entre os apoios, um caminhão cedido em 2012, as diversas caixas de mel e um aporte financeiro para o festival.

Outro grande apoio do governo do Estado, foi a doação de mais de 200 hectares de terra. “Foi como ter nascido outras mães”, afirmou.

Prova de que a comunidade está prosperando, além de sua força cultural aparente, foi conseguir erradicar o alcoolismo dos jovens e adultos. “Superaram o vício e o álcool na comunidade com a força de sua espiritualidade. Temos muito o que aprender com os indígenas para nossa sociedade”, complementou Tião Viana.

Até o fim de seu governo, Tião Viana terá investido mais de R$ 80 milhões na área indígena.

Bônus

Em seguida, a equipe realizou a finalização do Programa de Certificação de Unidades Produtivas Familiares, com entrega de bônus de R$ 1.500 para cada uma das mais de 580 famílias. Só em Tarauacá, foram R$ 814 mil aplicados nesse projeto.

Adenilson Rêgo, morador da comunidade Itamaraty, é um dos beneficiários e fala da alegria de ver a sua produção e de seus companheiros com venda certa no Programa de Aquisição de Alimentos. “Todos os produtos que trazemos lá da comunidade, como abacaxi, melancia, banana, jerimum, macaxeira e tantas outras coisas, o governo do Estado compra pelo PAA para a merenda escolar”, afirmou.

“O governo está sendo o pai dos produtores rurais. Hoje recebemos R$ 1.500 como fruto do esforço de cada um dos produtores rurais. Tião Viana não tem medido esforços para ajudar o produtor, diferente do ocorre em Brasília, que está nos prejudicando”, complementou o produtor.

As ações são executadas pela Secretaria de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar (Seaprof). A agenda foi acompanhada pelos parlamentares Lourival Marques, deputado estadual, Moisés Diniz, deputado federal. Com informações da Agência de Notícias do Acre.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!