Rio Branco, Acre, 28 de julho de 2021

Secretaria de Assistência Social realiza evento do Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência no Guajará

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

 

Foi celebrado nesta quinta-feira, 21, na quadra da Escola estadual José Elno, o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Criada em 1982, a data representa o surgimento das reivindicações pelo exercício da cidadania e igualdade de direitos, sendo oficializada pela Lei Federal nº 11.133, de 14 de julho de 2005.

Na semana do Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, a Secretaria de Assistência Social com apoio da coordenação do BPC e da Prefeitura Municipal do Guajará, promoveu um lindo evento com atividades voltadas aos deficientes.

O Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência busca, acima de tudo, a igualdade social das pessoas deficientes entre a sociedade. Para Secretária de Assistência Social, Maria Ligiane, ainda há legislações e modos de pensamento da sociedade para mudar, apesar de existirem leis que favorecem os portadores de deficiência no Brasil. “Tem que continuar havendo uma mudança de atitude da população e do poder público, uma maior prática das leis que estão vigentes e uma estrutura melhor adaptada à vida dessas pessoas. Esse é um momento muito especial, quero agradecer todas as pessoas que estiveram empenhadas é que nos ajudaram para realização desse evento que tem como objetivo conscientizar a nossa população”, disse Ligiane.

Durante a solenidade, foram entregues presentes, além de apresentações de danças, brincadeiras e palestras, todos com objetivo de conscientização voltada para o tema.

Para a Assistente Social, Marbia Costa, esse é um momento muito especial, pois queremos mostra a importância da inclusão dos deficientes físicos. “Queremos sensibilizar a sociedade e mostrar que os deficientes, apesar de suas limitações, não se tornam incapazes,” disse Marbia.

A Lei Brasileira de Inclusão (LBI), sancionada em 2015, assegura direitos a liberdades individuais para pessoas com deficiência e é base para alguns projetos.

Para Coordenadora do BPC, Roselma Almeida, o objetivo é melhorar a funcionalidade dos portadores de deficiência junto a suas famílias e cuidadores, para que assim, tenham uma boa vida dentro e fora de casa. Ela enfatiza que o essencial é mudar o ambiente em que a pessoa vive e preparar bem os que cuidam dos deficientes, com orientações adequadas sobre alimentação e como se comportar em situações de emergência.

Após as falas e apresentações foi oferecido um café da manhã para todos os presentes no evento.

 

 

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!