Rio Branco, Acre, 30 de julho de 2021

Mais de 600 casais oficializam união durante Casamento Coletivo em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Um grupo de 650 casais se reuniu no Ginásio Poliesportivo Jader Machado, no bairro João Alves, em Cruzeiro do Sul para mais uma edição do Casamento Coletivo.

O evento, que ocorreu na noite deste sábado (30), faz parte do Projeto Cidadão, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC). O local ficou pequeno para tanto nervosismo e alegria dos casais.

Os aposentados João Pereira da Silva, de 89 anos e Maria do Carmo Rodrigues, 67, vivem juntos há mais de 30 anos e depois de tanto tempo decidiram oficializar a união. “Eu tô feliz, to muito feliz. Os novos não têm paciência de nada. Tem que respeitar um ao outro”, diz.

Maria disse que adiou o casamento por muito tempo até que resolveu finalmente oficializar essa união. “Graças a Deus a gente não briga e estou contente com ele durante todo esse tempo”, diz.

O autônomo Jordeano de Oliveira, de 33 anos, também vai casou. Ele vive com Gleiciane Pinheiro há 7 anos e tem dois filhos. O casal conta que a cerimônia é a realização de um sonho.

Aposentados aproveitaram o casamento coletivo para oficializar a união de 30 anos  (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre )

“É um sonho mesmo oficializar a união e espero que continue dando certo por muitos e muitos anos”, conta.

Gleiciane disse que é a realização do sonho da vida dela casar vestida de noiva. “Ele foi meu primeiro namorado, então, para mim, é uma vitória e acredito que seja para sempre. Quero envelhecer, ver nossos netinhos e que assim seja para sempre”, afirma, se declara.

O casal mais jovem da cerimônia foi o vendedor Orleilson Muniz, de 20 anos e a estudante Nilcilândia Lemos, de 16. Apesar da pouca idade, decidiram se casar porque dizem que ainda acreditam no amor.

“Desde que a conheci, meu sonho foi me casar com ela”, diz Muniz.

A desembargadora Eva Evangelista destacou a importância do projeto e disse que a ação tem o objetivo de promover a cidadania. “São 22 anos de projeto cidadão e casamentos coletivos que representam o alcance social deste programa, deste projeto que abrange todo o estado”, finaliza. Com informações do Portal G1.

Ação faz parte do Projeto Cidadão do Tribunal de Justiça do Acre  (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre )

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!