Rio Branco, Acre, 3 de agosto de 2021

Ministro elogia encontro sobre segurança no Acre

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

O ministro da Defesa, Raul Jungmann disse que o maior evento e o mais efetivo para a integração dos vários órgãos de segurança deve ser o encontro promovido pelo governador Tião Viana no Acre, dia 27 deste mês. Em entrevista ao Globonews, Jungmann disse que no Acre vai se realizar um evento primordial para a integração das forças estaduais de segurança com as forças federais, para melhorar o monitoramento de fronteiras.

O ministro admitiu que há um ano as Forças Armadas diminuíram o ritmo das ações na fronteira contra o narcotráfico e o contrabando de armas e que as facções criminosas brasileiras assumiram a distribuição e o controle das drogas. Para ele, é hora de dar um basta nisso, com ações coordenadas com participação das Forças Armadas, em união com a Policia Federal, PRF e as forças estaduais de segurança. Para o ministro, o acontecido no Rio de Janeiro, da ação conjunta no morro da Rocinha, foi um exemplo da cooperação necessária em todo o país para conter o tráfico de drogas e que o evento patrocinado pelo Estado do Acre será a oportunidade exata de se debater a questão que atinge proporções nacionais.

O ministro disse que o governo federal está atento à necessidade de conter o crime organizado na fronteira e a ação das quadrilhas dentro dos presídios de segurança máxima, onde os líderes de quadrilhas continuam repassando ordens a seus asseclas. Mudanças no modelo de segurança para dificultar a ação das quadrilhas devem ser propostas de imediato, entre elas o maior isolamento das lideranças e o efetivo controle das fronteiras.

Há quase um ano as forças armadas tinham reduzido as operações nas fronteiras em decorrência da crise financeira e o contingenciamento de recursos da União. Como consequência, o Brasil se transformou numa porteira aberta para os cartéis do narcotráfico, contrabando de armas pesadas.

A ação anunciada pelo Governo Federal será integrada com as forças armadas recebendo apoio da Polícia Federal, Receita Federal, de organismos municipais e estaduais dos Estados envolvidos na operação.

O ministro confirmou presença no Acre para o debate sobre segurança pública e segurança das fronteiras, dia 27 e elogiou a iniciativa do governador Tião Viana.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!