Rio Branco, Acre, 28 de julho de 2021

Foragidos do presídio de Cruzeiro são suspeitos de terem matado idoso em Sena Madureira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Dois foragidos do presídio Manoel Néri, de Cruzeiro do Sul, figuram como os principais suspeitos de terem matado barbaramente o colono Sebastião Coesta de Souza, 64 anos de idade, morador no ramal 16, em Sena Madureira, na tarde de sábado (25).

A Polícia Militar foi acionada e realizou várias rondas na localidade na tentativa de prendê-los, porém, não foi possível. Os policiais conseguiram chegar também até a casa onde os bandidos estavam escondidos. Por lá, ainda encontraram o fogão aceso, verduras cortadas recentemente e dentro do quatro haviam sacos plásticos utilizados para embalagem de entorpecentes, evidenciando a presença dos criminosos no local.

Além disso, os PMs se depararam também com um caderno contendo anotações referentes ao comércio de drogas. Em outro cômodo da casa, os policiais encontraram cinco armas de fogo, do tipo espingardas, sendo: Uma calibre 16 com o cano cortado, duas calibre 20 e outras duas calibre 28. isso leva a crer que as armas foram roubadas anteriormente de produtores daquela região. Uma fotografia de um dos suspeitos também foi localizada na casa.

Em conversa com alguns moradores, os mesmos informaram que esses dois elementos eram realmente foragidos de Cruzeiro do Sul, mas ninguém soube detalhar por qual razão não tinham denunciado a dupla para a Polícia já que eles estão sendo procurados desde que escaparam da penitenciária.

Sebastião Coesta de Souza, 64 anos, morava no ramal 16, a exatamente 11 quilômetros da margem do ramal. Sábado, ele tinha chegado do roçado e se encontrava dentro de casa na companhia de sua esposa. Em determinado momento, dois homens apareceram no terreiro da casa e o chamaram. Ao abrir a porta, Sebastião e sua esposa perceberam que os indivíduos estavam encapuzados e tentaram fechar a porta. Nesse momento o disparo foi efetuado, atingindo o idoso na região do abdômen.

Como naquele momento o hospital João Câncio estava sem ambulância, a própria Polícia Militar se encarregou de prestar socorro à vítima. Ao chegar na residência, o senhor Sebastião Coesta estava no chão da cozinha ainda com vida, entretanto, não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu no ramal, a caminho do Pronto Socorro de Sena Madureira.

A Polícia acredita que os criminosos tinham a intenção clara de roubar uma arma de fogo pertencente ao colono. O corpo da vítima está sendo velado na Capela Esperança, localizada na Rua Maranhão e o sepultamento ocorrerá às 13 horas deste domingo no Cemitério São João Batista.

O clima em Sena Madureira é de total consternação, pois o idoso era bastante conhecido principalmente no ramal 16, sendo um homem dedicado ao trabalho e à família, sem qualquer tipo envolvimento com a criminalidade. Dois foragidos do presídio Manoel Néri, de Cruzeiro do Sul, já identificados pela Polícia Militar figuram como os prirerá às 13 horas deste domingo no Cemitério São João Batista.

O clima em Sena Madureira é de total consternação, pois o idoso era bastante conhecido principalmente no ramal 16, sendo um homem dedicado ao trabalho e à família, sem qualquer tipo envolvimento com a criminalidade.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!