Rio Branco, Acre, 3 de agosto de 2021

PSDB conta os dias para desembarcar do governo Temer

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

A saída do PSDB do governo Temer é questão de semanas. No domingo (5), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicou artigo no jornal O Estado de S. Paulo dizendo que o partido deveria desembarcar em dezembro, durante sua convenção, e continuar votando pelas reformas.

Nos bastidores, a expectativa é que a convenção do próximo mês coloque na presidência da sigla o governador Geraldo Alckmin, que no mesmo instante seria alçado ao posto de candidato tucano ao Planalto e, provavelmente, oficializaria a saída. Uma eventual derrota do governador paulista para Tasso Jereissati, também contrário à aliança com Temer, não prorrogaria o desembarque.

Segundo a coluna “Painel”, da Folha de S. Paulo, uma terceira possibilidade seria a eleição de Marconi Perillo, que colocaria em fevereiro o limite para o tucanato deixar o PMDB.

Na visão de FHC, se o partido demorar a sair, a “sua confusão com o peemedebismo dominante o tornará coadjuvante na briga sucessória” pelo Planalto nas eleições do ano que vem. Com informações de Notícias ao Minuto.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!