Rio Branco, Acre, 5 de agosto de 2021

73 mil pessoas assinam petição a favor da presença de Lula em 2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Promovido em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o manifesto “Eleição sem Lula é fraude” ultrapassou mais de 73 mil assinaturas nesta terça-feira, demonstrando um forte apoio à possibilidade do petista ser candidato às eleições presidenciais de 2018.

O movimento foi promovido através da plataforma Change.org por personalidades como o filósofo americano Noam Chomsky e o cantor e compositor brasileiro Chico Buarque.

“A tentativa de marcar em tempo recorde o julgamento da segunda instância de Lula no dia 24 de janeiro não tem nada de legalidade, é um puro ato de perseguição ao líder político mais popular do país”, começa o manifesto que se destina a alcançar 75 mil assinaturas.

Este ano, o juiz federal Sérgio Moro – responsável pela primeira instância em Curitiba da Operação Lava Jato – condenou petista a nove anos e meio de prisão por um crime de corrupção passiva em um caso relacionado a um apartamento localizado em Guarujá (SP) e supostamente pago pela empreiteira OAS como suborno.

O Tribunal Regional Federal da Quarta Região decidirá em 24 de janeiro se ratificar a sentença de Moro. Em caso afirmativo, Lula poderia acabar na prisão e sem poder se candidatar nas eleições presidenciais de 2018.

A vitória de Lula “resultaria no fracasso do golpe” (como muitos chamam o governo de Michel Temer para chegar ao poder através do Parlamento) e “permitiria a abertura de um novo ciclo político. Portanto, para evitar a candidatura de Lula vale tudo: ele é condenado no Tribunal de Porto Alegre, a instituição do semiparlamentarismo e até mesmo adia as eleições”, diz o texto.

Além disso, a senadora e ex-presidente da Argentina, Cristina Fernández (2007-2015), assinou o pedido após lhe convidarem a participar.

“Quero convidá-lo a assinar esta petição internacional em apoio à candidatura de Lula e contra a proibição judicial. Já assinei”, afirmou Fernandez na terça-feira em sua conta de rede social do Twitter.

A popularidade de Lula cresceu 16 pontos percentuais desde junho, quando foi de 28% a 45%, de acordo com uma pesquisa do Instituto Ipsos, divulgada no dia 20 deste mês. Com informações da Sputnik News.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!