Rio Branco, Acre, 30 de julho de 2021

Contra nova taxa de limpeza pública, manifestantes vão ao MP pedir anulação da medida em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Ao menos de 20 pessoas se reuniram nesta terça-feira (26), em frente ao Ministério Público de Cruzeiro do Sul para pedir a anulação da lei da taxa de limpeza pública que foi aprovada na terça-feira (19). Participaram da manifestação líderes de comunidades, comerciantes e professores. Os populares pediram a anulação da lei considerada por eles como absurda.

Os manifestantes foram atendidos pelo assessor plantonista do Ministério Público que informou que órgão está de recesso e pediu que retornassem a partir do dia 8 de janeiro.

José Maria, presidente do bairro Remanso, disse que a taxa é absurda e que não pode ser tolerada pela população. “É muito triste o que foi feito, ninguém foi chamado para conversar sobre isso e só sobra para a população que não aguenta mais pagar imposto”, falou.

O funcionário público José do Nascimento Silva, de 47 anos, disse que a cobrança é inconstitucional, porque a taxa já é cobrada no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). “É uma taxa que já é cobrada no IPTU e que não pode ser desmembrada para ser cobrada de novo, isso é crime”, afirma.

O professor Nildisson Moura, que mora na comunidade Projeto Santa Luzia, falou que os moradores da zona rural serão prejudicados com a taxa de cobrança. “Os moradores, em sua grande maioria de agricultores, não têm condições de pagar essa taxa absurda. Lamentamos que isso esteja acontecendo, pois sempre sobra para nós”, afirma.

A lei foi aprovada na terça (19) e já na quinta (21), houve um protesto onde ao menos 80 pessoas foram até a Câmara de Vereadores protestar contra a medida.

Os preços cobrados variam de acordo com a localidade e frequência de coleta. Para domicílios, os valores variam entre R$ 25 a R$ 35 mensais. Haverá cobrança também para os entulhos recolhidos da frente das casas. Os valores variam de R$ 13 a R$ 22. Com informações do portal G1.

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!