Rio Branco, Acre, 3 de agosto de 2021

De Cruzeiro do Sul, amigos fazem campanha para ajudar garoto de 4 anos com suspeita de leucemia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Amigos do pequeno Tomás da Costa, de 4 anos, fazem uma campanha com o objetivo de arrecadar R$ 2 mil para que o garoto consiga fazer um exame na cidade de Rio Branco, para onde viajou com a mãe há cerca de dois meses.

O menino está lutando contra uma leucemia, que os médicos suspeitam ser um tipo raro da doença.

A campanha foi encabeçada pela Liga Cruzeirense de Futsal (LCFS). O pai do garoto, Francisco da Costa, de 25 anos, está desempegado e disputa o Campeonato Cruzeirense de Futsal pela equipe do Floresta e pede ajuda para descobrir tipo de leucemia que acomete o filho.

“O médico deu diagnóstico de leucemia, que está causando vários problemas. Ele pediu um exame para diagnosticar o tipo da doença. Meu filho já está em Rio Branco pelo TFD [Tratamento Fora de Domicílio]. A médica pediu um exame que custa R$ 2 mil. Na semana passada, foi feito um exame que custou R$ 550 reais. A suspeita é que seja um tipo raro de leucemia. Fico satisfeito com a manifestação da ajuda dos colegas do futsal”, conta o pai.

Costa conta que o filho começou a sentir dores na cabeça e passou alguns dias internado no Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul. Atualmente, ele está internado no Hospital da Criança acompanhado da mãe.

“A médica disse que ele tem um tipo de leucemia rara e precisa fazer um transplante de médula. O inchaço nos olhos ainda não foi descoberto o que é e nem porque é que está desse jeito. Os médicos ainda estão tentando descobrir o que está acontecendo”, conta.

O presidente da LCFS, Ralide Mourão, conseguiu doação de R$ 400 para a campanha.

“A liga está iniciando a campanha fazendo uma doação de R$ 200 reais. Procuramos o grupo Malas e Bombas, que destinou R$ 200. Além disso, estamos apoiando a campanha no WhatsApp, divulgando junto aos atletas das outras agremiações e tentando sensibilizar as pessoas de que este pai está passando por um momento de dificuldade e vamos buscar outros parceiros para ajudar nesta campanha”, explica.

O pai chegou em Rio Branco nesta quarta-feira (27) e vai ficar hospedado na casa de parentes para poder ajudar a mulher nessa fase do tratamento do filho.

Médicos suspeitam que o garoto de 4 anos tenha leucemia rara (Foto: Arquivo da família )

ALEAC

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Getúlio Vargas n. 22 – Salas 7 e 8 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.

error: Alert: O conteúdo está protegido !!