Rio Branco, Acre, 4 de dezembro de 2020

Criança de 6 anos é atacada enquanto brincava com pit bull em Cruzeiro do Sul

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Mãe conta que filho era acostumado a brincar com o cachorro que pertence ao vizinho. Menino teve um ferimento grave no olho e parte da orelha dilacerada.

Um menino de seis anos foi atacado por um cão da raça pit bull na tarde desta segunda-feira(23), no interior do Acre. O caso ocorreu na Rua Pará, no bairro do Telégrafo, em Cruzeiro do Sul. O pequeno Lucas Henrique foi levado às pressas ao Hospital do Juruá com um ferimento grave no olho e parte da orelha direita dilacerada.

A mãe de menino, Raisla Rodrigues, de 21 anos, foi quem conseguiu salvar o filho do ataque do cachorro. Ela conta que a criança era acostumada a brincar com o cão. O menino passou por uma cirurgia na face, ainda nesta segunda, e permanece internado sem previsão de alta.

“Ele era acostumado a brincar com o cachorro. Ele estava passando a mão na cabeça dele e abaixou para pegar um carro. Ele [o cachorro] agarrou o pescoço dele e começou a morder. Avancei em cima dele e tentei tirar, até que eu consegui. Meu irmão bateu com um pedaço de pau em cima dele”, relembra aos prantos.

O cachorro pertence ao vizinho e costuma ficar amarrado em frente da casa a uma corda grande. Depois do ataque, o cão foi preso dentro da casa e o dono saiu, segundo ela. A família diz que registrou um boletim de ocorrência na delegacia.

‘Cena dramática’, diz vizinha

Francisca Élita, de 53 anos, é vizinha da criança e disse que estava chegando na rua no momento em que viu o cachorro atacando o menino. Ela disse que passava de moto e desceu para ajudar e que a cena foi uma das mais dramáticas que já viu na vida.

“Antes de a gente chegar, a mãe já correu e foi para cima do cachorro tentar ajudar o filho. Foi uma luta, mas conseguiu arrastar a criança, por isso que dilacerou muito o rosto da criança, porque o cachorro não queria soltar. O cachorro ficou pelo menos uns cinco minutos em cima do menino, chega eu passei mal, foi uma cena dramática. Eles tentavam bater no cachorro e o cachorro não largava da criança”, falou.

Do G1 Acre

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.