Rio Branco, Acre, 26 de janeiro de 2021

No Acre, Infância Protegida prende mais de 40 pessoas durante Operação Impactus

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

[dropcap]M[/dropcap]ais de 30 mandados de prisão, sete de internação provisória e um de busca e apreensão foram cumpridos desde a última segunda-feira (19), em Rio Branco, resultado de operação Impactus – Infância Protegida, em Rio Branco. O trabalho da Polícia Civil foi executado de forma integrada pelas Delegacias Especializadas em Atendimento à Mulher (Deam), de Proteção à Criança e Adolescente (DEPCA) e Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria).

Durante apresentação de resultados nesta quarta-feira (21), a delegada responsável pela DEPCA, Elenice Frez, destacou que após um período de investigação, a Polícia Civil fez as buscas dos suspeitos de práticas criminosas durante três madrugadas em diversos bairros da capital. “Tivemos o envolvimento de mais de 20 policiais diretamente, entre delegados, escrivães e agentes”, informou.

Ainda de acordo com a polícia, as internações provisórias de menores se referem aos atos infracionais de latrocínio e homicídio tentado e consumado. Já as prisões dos maiores estão relacionadas aos crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, estupro e violência doméstica.

Conforme a Polícia Civil, o apoio familiar é essencial para as investigações, quando há casos de comprovação de abuso, por exemplo. Portanto, é necessário que os pais ou responsáveis estejam atentos a todos os relatos de crianças e adolescentes e procurem a delegacia em caso de suspeita de crimes em desfavor de menores. O Disk Denúncia 181 também pode ser acionado para repassar qualquer tipo de pistas ou informações de criminosos, sob total anonimato.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.