Rio Branco, Acre, 1 de dezembro de 2020

Polícia Civil cumpre 1.002 mandados judiciais e apreende mais de 100 kg de drogas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Alinhada com as demais forças de segurança do Estado, a Polícia Civil apresentou balanço das suas ações judiciárias realizadas  nos três primeiros meses do ano. Foram 1.002 mandados de prisão e busca e apreensão cumpridos entre janeiro e março de 2018. Além disso, a polícia judiciária concluiu mais de 1.800 inquéritos que foram encaminhados para a Justiça. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 20, pelo secretário da instituição, Carlos Flávio Portela.

Durante as ações, foram contabilizadas apreensões de 110 armas de fogo, 236 cápsulas de munições de diversos calibres e 104 quilos de entorpecentes, além de 1.738 objetos apreendidos. Além disso, as delegacias contabilizaram 714 autos de prisão em flagrante.

Somente em uma das ações a Polícia Civil, a Operação Repatriar, foram apreendidos 48 veículos, cumpridos 50 mandados de prisões, apreendidos mais de 80 quilos de drogas, cinco armas de fogo e 43 contas bancárias foram bloqueadas, um golpe de mais de R$ 2 milhões ao crime.

Carlos Flavio Portela, delegado-geral e secretário de Polícia Civil, reforça que o objetivo do trabalho é sufocar o crime. “Nosso objetivo é interromper todo o fluxo do capital que subsidia as ações do crime. As apreensões dos ativos criminais, a exemplo da Operação Repatriar, descapitaliza o crime, o que asfixia de forma a neutralizar o poder criminoso. Nossas ações demonstram o esforço do governo na manutenção da Segurança Pública. Estamos trabalhando de forma integrada e alinhada com as diretrizes da Secretaria de Segurança para intensificarmos ainda mais nossas ações” disse.

Todas as ações das forças de segurança do Estado são apoiadas pela sociedade acreana por meio do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e para realizar denúncias através do telefone 190 e ainda com opção de utilizar o número 181. O denunciante não precisa se identificar.

Para o secretário de Segurança Pública, Vanderlei Thomas, o esforço é conjunto e todos trabalham de forma integrada. “São resultados como esses, agora apresentados pela Polícia Civil, que coroam o planejamento feito ainda na gestão do secretário Emylson Farias. Delegados, agentes, escrivães e demais servidores da Polícia Civil estão de parabéns pela dedicação e pelas metas atingidas. A sociedade agradece”, pontuou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.