Rio Branco, Acre, 24 de setembro de 2020

Gladson cria dez novos cargos de secretário adjunto com salário de 19 mil reais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

A nova reforma do governador Gladson Cameli (PP) está dando o que falar. A edição do Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, 27, traz a criação de dez novos cargos de secretário adjunto, com salário de R$ 19 mil.

A quantidade de diretores também aumenta, passa de 40 para 60 (salário de R$ 16,230,00) e de chefes de departamento salta de 88 para 120 cargos (remuneração de R$ 10.500,00). Os Cargos em Comissão (CEC), que o governador se comprometeu em reduzir, saltam de 900 para 1.350, com salários que variam de R$ 1.500 até 7.100 reais.

Somente comas CECs, o governo acreano deve gastar mensalmente R$ 1.264.500,00 (um milhão duzentos e sessenta e quatro mil e quinhentos reais). A nova reforma administrativa também extingue a Secretaria de Estado de Polícia Civil, que volta para a Segurança Pública.

Após pressão, o governo vai criar a Secretaria de Estado de Assistência Social, dos Direitos Humanos e de Políticas para as Mulheres (SEASDHM). A novidade é a volta da Secretaria de Articulação Institucional que retorna como Secretaria de Estado de Relações Políticas e Institucionais (SRP). Apesar de o governo já possui uma Secretaria Extraordinária de Articulação Política, liderada por Vagner Sales (MDB).

O extinto Instituto Dom Moacyr volta com um novo nome e passa a se chamar Instituto Estadual de Educação Profissional e Tecnológica – IEPTEC.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.