Rio Branco, Acre, 23 de setembro de 2020

PM que matou mulher em acidente de carro é preso; Investigações provam que ele estava bêbado

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

O cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Acre, Alan Melo Martins, foi preso na tarde desta sexta-feira, 31, pelo Grupo de Atuação Especial e Repressão ao Crimes Organizado do Ministério Público do Acre (MPAC).

O policial é acusado de matar Silvinha Pereira da Silva, de 38 anos, após acidente de carro, em frente ao Araújo Mix, em Rio Branco. O acidente ocorreu no dia 18 de maio.

Em coletiva de imprensa, o MPAC informou que as investigações confirmaram que o PM estava embriagado. Por esse motivo, ele deve responder por homicídio doloso (quando não há intenção de matar) e tentativa de homicídio).

O cabo também pode perder a farda de policial militar, o que significa que pode ser exonerado da corporação.

Segundo a promotora de Justiça Maria de Fátima, as investigações enceraram nesta sexta. Todas as testemunhas já foram ouvidas. “Falta apenas a gente ouvir o policial. Levantamos dados, com elementos e imagens”.

Já o procurador Danilo Lorizaro explica que após reunir as provas, o juiz decretou a prisão preventiva do policial, que ficará à disposição da Justiça e deve responder o crime pelo Tribunal do Júri Popular.

Não é o primeiro crime

O acidente que matou a mulher não é o primeiro caso que o policial é incriminado. Há outra investigação, em andamento, que apura se foi do fuzil utilizado por ele que matou uma menina de 11 anos no bairro Preventório, em maio de 2018. A informação foi confirmada pela Polícia Militar do Acre.

 

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.