Rio Branco, Acre, 25 de janeiro de 2021

Há 33 anos na profissão, locutor usa megafone nas horas vagas para levar palavra de Deus às ruas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Um trabalho gratuito, onde o único pagamento recebido é a satisfação em levar a palavra de Deus ao próximo. Assim vem sendo a vida do locutor José Vagner da Costa nos últimos 12 anos, desde que decidiu usar as horas vagas de sua profissão para levar os ensinamentos bíblicos para as ruas de Cruzeiro do Sul (AC), através de um megafone.

Atualmente o locutor trabalha no programa da Igreja Presbiteriana ‘Manhã de Louvor através da Bíblia’, que vai ao ar de domingo a domingo em uma rádio local. Mas nem sempre foi assim. Vagner começou sua profissão de locutor em 1986, há 33 anos, sempre com programas na madrugada, voltados para músicas de brega e diversão com os ouvintes. Ele conta que chegou a ser pressionado em alguns veículos que já trabalhou devido mencionar a palavra de Deus durante as transmissões.

A mudança na programação só aconteceu nos últimos cinco anos, quando começou a apresentar com exclusividade o programa da igreja. O locutor acorda todos os dias as 3h da madrugada, e começa seu programa as 3h30. Quando lembra de sua transformação e da nova forma de trabalhar chega a se emocionar.

“A gente se emociona, bom seria que tivesse acontecido antes, mas tudo é no tempo de Deus. Esse é o trabalho mais importante que faço na terra é o do rádio e do megafone”, falou emocionado.

Hoje ele agradece aos pastores da igreja que deram oportunidade para trabalhar em uma área que lhe proporciona felicidade e realização. Hoje aos 56 anos de idade, ele considera que os melhores momentos de sua vida só aconteceram agora.

“Quanto ao megafone, algumas pessoas tem raiva, mas a maioria glorifica. Sinto-me realizado nesses 33 anos de rádio na madrugada, me acordando todos os dias as 3h da madrugada, mas os últimos cinco anos foram os melhores. Agradeço ao pastor Joaquim que me deu essa oportunidade”, relatou.

1986: Largou a cozinha para virar locutor

Vagner Costa trabalhava de cozinheiro, durante o desmate de uma fazenda no Guajará, em março de 1986, quando,  através da indicação de um primo, teve a oportunidade de fazer um estágio na Radio Nacional, sendo aprovado e permanecendo até os dias atuais na mesma profissão. Ele já passou por três empresas de comunicação durante sua jornada.

“Um primo meu que trabalhava no transmissor da rádio deu meu nome para estagiar na Rádio Nacional, eu estava lá na mata cozinhando para 20 trabalhadores, quando ouvi aquele aviso do Nonato Costa chamar meu nome não pensei duas vezes, sai de lá na madrugada por dentro da mata e estava na rádio pela manhã, e deu certo até hoje”, contou Vagner ao lembrar.

O locutor concluiu com o pensamento de satisfação diante do novo momento vivido em sua vida. “Hoje me realizo, são cinco anos louvando e levando a palavra de Deus onde vou”, finalizou.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.