Rio Branco, Acre, 19 de setembro de 2020

Iapen determina que carcereiros passem por scanner corporal durante plantões em presídios

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Após decisão do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (IAPEN) de que todos os servidores devem passar pelo sistema de scanner corporal, o body scan, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Acre (Sindapen-AC) procura uma maneira de reverter a decisão porque, segundo informou o presidente do sindicato, Beto Calixto, isso prejudicaria a saúde dos servidores.

A portaria com a decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 22 de outubro. A publicação pode ser consultada na página 54.

Calixto disse que a revista dos servidores pode ser feita com a raquete e até com outros procedimentos, mas o body scan, por causa da radiação, pode ser prejudicial à saúde do servidor a longo prazo.

“Claro que não vou ficar doente agora. Mas, pode acontecer daqui quatro a cinco anos. Tivemos uma reunião, eles disseram que iam conversar com a direção dos presídios que possuem o body scan para avaliar, até mesmo pela quantidade de vezes que um profissional tem que sair do presídio. Aí você imagina ele ter que passar 10 vezes por dia”, pontua.

O presidente do Iapen, Lucas Gomes, informou ao G1 que as vistorias são pontuais, em casos de suspeitas para impedir a entrada de ilícitos nos presídios do estado.

“Na verdade, não é obrigatório que todas as vezes que os servidores entrarem eles sejam submetidos ao body scan. Se alegou que poderia causar câncer, mas é um raio diferente do raio-X que não atravessa o corpo, ele apenas reflete o corpo”, explicou.

Gomes diz que as imagens do corpo são captadas em 3D e que não causam perigo à saúde.

“Há uma quantidade segura sobre a exposição e o próprio maquinário, toda vez que o servidor faz o cadastro individual, ele faz o controle de exposição por ano”, acrescenta.

O presidente do Iapen disse ainda que recebeu o sindicato e que foram feitos os devidos esclarecimentos e que, a princípio, eles acataram a medida necessária para garantir a segurança e evitar a entrada de ilícitos.

  • Com informações do Portal G1.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.