Rio Branco, Acre, 4 de dezembro de 2020

Petição contra “jesus gay” do Porta dos Fundos ultrapassa 1 milhão de assinaturas

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Quem está atualizado com as últimas notícias, certamente tomou conhecimento do polêmico A Primeira Tentação de Cristo, dirigido por Rodrigo Van Der Put em parceria com o Porta dos Fundos. O filme causou polêmica ao trazer uma sexualidade controversa a personagens bíblicos.

O longa mostra Deus (Antonio Tabet), Maria (Evelyn Castro) e José (Rafael Portugal) como um triângulo amoroso. Jesus Cristo (Gregório Duvivier), por sua vez, aparece como gay e retornando de uma viagem de 40 dias pelo deserto com Orlando (Fábio Porchat), seu namorado.

Religiosos cristãos tomaram tal abordagem como ofensiva e teceram críticas ao filme, aos atores, ao grupo de humor e aos personagens, como se vê massivamente nas redes sociais. O furor foi tanto que um internauta conhecido como Alex Brindejoncy lançou um abaixo-assinado no site Change.Org, com intuito de boicotar A Primeira Tentação de Cristo na Netflix.

O enunciado do movimento diz o seguinte: “Pela remoção do filme do catálogo da Netflix e para que o Porta dos Fundos seja responsabilizado pelo crime de vilipêndio à fé. Também desejamos uma retratação pública, pois ofenderam gravemente os cristãos“.

O objetivo da petição é chegar a 3 milhões de assinaturas, e até o presente momento desta matéria com 1653643 assinaturas, numa crescente de adeptos. Os internautas acusam o Porta dos Fundos de blasfêmia, com seu especial de Natal.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.