Rio Branco, Acre, 28 de setembro de 2020

Acreano é acusado de invadir área de Machu Picchu para defecar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Um grupo de seis turistas foi preso no último domingo (12) acusado de invadir uma área restrita da cidade de Machu Picchu, danificando o Templo do Sol. Eles são suspeitos de defecarem no local sagrado. Entre eles, há cidadãos do Brasil, França, Chile e Argentina. Um dos envolvidos seria um acreano.

Em comunicado oficial, Wilbert Leyva, chefe de polícia de Cusco, afirmou: “Os seis turistas foram detidos e estão sendo investigados pelo Ministério Público pelo suposto crime contra o patrimônio cultural”.

Segundo Levya, as autoridades atestaram “a fissura de um elemento lítico, que caiu de um muro e provocou uma fenda no piso” no Templo do Sol. Somado a isso, material fecal foi encontrado no local.

A direção regional de Cultura de Cusco, região onde Machu Picchu está localizada, aponta isso como evidência de que os turistas defecaram no templo. O grupo era formado por quatro homens e duas mulheres.

As informações são da revista Exame.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.