Rio Branco, Acre, 23 de setembro de 2020

Policia Civil deflagra Operação Sinapse na capital e em mais quatro municípios acreanos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

A Polícia Civil do Acre desencadeou nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira, 22, a Operação Sinapse, criada para desarticular células de organização criminosa oriundas do Rio de Janeiro, que vêm agindo em todo o estado.

A ofensiva policial deu cumprimento a cerca de 125 ordens judiciais de prisão e busca e apreensão realizadas na capital, Rio Branco, e nos municípios de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Porto Acre e Bujari.

Participaram da ação mais de 100 policiais das delegacias Regionais, Especializadas, Coordenadoria de Recursos Especiais – Core, Inteligência e do Departamento de Polícia da Capital e Interior – DPCI. A operação aconteceu depois de seis meses de investigação do setor de inteligência da Polícia Judiciária, que vem monitorando as ações das organizações criminosas que tem agido no Acre.

O delegado-geral da Polícia Civil, José Henrique Maciel Ferreira, destacou a ação da Polícia Judiciária no combate à criminalidade, bem como os resultados obtidos nessas ofensivas, enfatizando ainda que “a Polícia Civil não está inerte ao que tem acontecido”.

“O trabalho da Polícia Civil é um trabalho mais investigatório, de inteligência, de monitoramento, um trabalho mais velado. Mas a Polícia Civil não está inerte ao que vem acontecendo, estamos atentos e trabalhando muito para alcançarmos resultados como o desta operação que prendeu dezenas de pessoas ligadas à uma determinada facção criminosa. O nosso departamento de inteligência é um dos mais preparados para esse tipo de trabalho que será reforçado pelos novos investimentos por parte do governo estadual com equipamentos de novas tecnologias”, frisou Henrique Maciel.

Operação Sinapse

Sinapse é o elo de ligação entre neurônios onde agem os neurotransmissores (mediadores químicos), transmitindo o impulso nervoso de um neurônio a outro, ou de um neurônio para uma célula muscular ou glandular.

A Polícia Civil buscou atingir essa região da organização prendendo membros que agiam como os “neurotransmissores” do bando criminoso.

Leia também

Receba nossas novidades

Av. Rodrigues Alves 60 – Centro – Cruzeiro do Sul AC.