Janaína Paschoal pede saída de Bolsonaro da Presidência: ‘Deixa o Mourão’

A deputada estadual de São Paulo, Janaína Paschoal (PSL), pediu na tarde de hoje que Jair Bolsonaro (sem partido) deixe a Presidência da República. Em discurso feito na Assembleia Legislativa, a advogada criticou a atitude do presidente de participar de atos pró-governo em Brasília poucos dias após retornar de viagem. Apesar de Bolsonaro não ter sido diagnosticado com coronavírus, pessoas que estiveram em contato com ele foram infectadas.

“Isso é homicídio doloso”, disse Janaína. “Vai ser atribuído ao presidente da República, principalmente o presidente da República. O que ele fez ontem é inadmissível, injustificável, indefensável, crime contra a saúde pública. Ele desrespeitou a ordem do seu ministro da Saúde.”.