No Acre, irmãs são picadas por cobra quando voltavam de igreja

Duas irmãs, de 13 e 17 anos, foram levadas ao Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira, interior do Acre, após serem picadas por uma cobra, na noite de sábado (14). As vítimas deram entrada na unidade apenas na madrugada de domingo (15) devido à distância do local para a cidade.

A família mora na Colônia Monte Sião, que fica no km 20 da BR-364, zona rural de Manoel Urbano, cidade vizinha de Sena Madureira. As informações foram confirmadas pela direção administrativa da unidade.

A adolescente de 17 anos foi encaminhada, nesta segunda-feira (16), para Rio Branco para continuar o tratamento.

Já a menor, de 13, continua internada no hospital de Sena Madureira. As duas foram mordidas no pé esquerdo pelo animal.

Retorno para casa

A família das vítimas retornava para casa quando as adolescentes foram atacadas. Elas passavam perto de um igarapé. Para chegar até o hospital, as meninas foram levadas de rede pelo ramal até a BR, onde uma ambulância aguardava.

Os moradores não conseguiram descobrir a espécie da cobra que mordeu as adolescentes.

Agricultor picado

Já na tarde desta segunda, um agricultor de 56 anos deu entrada no hospital de Sena Madureira também com mordida de cobra. Ele mora no Ramal do Toco Preto, km 34, sentido Sena Madureira/Rio Branco.

Ainda segundo o hospital, o morador chegou com sangramento na perna e bem ruim. Ele foi mordido por uma jararaca, na panturrilha esquerda. O paciente segue internado para tratamento.

Com informações do Portal G1.