Em meio à pandemia de Covid-19, acreanos não conseguem voo de volta e ficam ‘presos’ em Macéio