Em menos de três horas Polícia Civil elucida crime e prende homicida

Em um trabalho célere e minucioso na troca de informações entre Polícia Civil e os demais integrantes do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), possibilitou a elucidação de um homicídio ocorrido na manhã desta sexta-feira, 29, em Rio Branco e na prisão, ainda em situação de flagrante, do autor do crime.

Deiversson Souza Rodrigues, 27 anos, executou a tiros o ex-presidiário Vando Cunha de Oliveira, de 35 anos, dentro de um açougue, onde a vítima trabalhava, localizado no bairro Plácido de Castro, região da Baixada.

De acordo com o delegado Ricardo Casas, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Deiversson Rodrigues, que é monitorado por tornozeleira eletrônica foi preso em sua residência no bairro Boa União, também na região da Baixada. No momento da prisão ele confessou o crime e afirmou que estava sendo ameaçado de morte pela vítima e decidiu mata-lo antes de ser morto.

Os investigadores da DHPP apreenderam a arma do crime e parte das vestimentas que o acusado usava no momento do crime. Todo material apreendido será submetido à perícia.

José Henrique Maciel Ferreira, Delegado-geral da Polícia Civil do Acre comentou sobre a prisão do acusado.

“Foi uma ação rápida e que contou com o apoio na troca de informações com o setor de monitoramento do IAPEN. Isso demonstra que as forças de segurança tem atuado no combate a criminalidade de forma integrada. Mais um crime elucidado de forma muito célere”, avaliou Henrique Maciel.