No dia do aniversário, confeiteira entrega doces para profissionais de saúde: ‘Meu presente’

Sem poder reunir familiares e amigos para comemorar o aniversário de 27 anos por conta da recomendação de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, a gastrônoma e confeiteira Iara Rodrigues resolveu fazer uma boa ação, nesta sexta-feira (29), para não deixar a data passar em branco.

Ela fez mais de 100 docinhos para entregar aos profissionais de saúde do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, em agradecimento ao trabalho prestado à população durante a pandemia da Covid-19.

Por medida de segurança por conta da condição de saúde da mãe, que tem Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), ela pediu para uma amiga que trabalha na unidade hospitalar fazer a distribuição dos kits. Para a confeiteira, esse foi o seu presente de aniversário deste ano.

“Meu presente foi adoçar o dia deles. Pensei que se isso tirasse um pouco da aflição que é estar ali, o meu dia já estaria válido. Quando ela [amiga] me mandou as fotos do pessoal recebendo, muitos por uma janelinha, isolados, eu já fiquei muito feliz, me tocou bastante. Só de ver o sorriso deles com o kit na mão, pronto, meu aniversário está feito”, diz.

Profissionais do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, receberam os kits de docinhos — Foto: Arquivo pessoal

Profissionais do Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, receberam os kits de docinhos — Foto: Arquivo pessoal

Todos os anos o dia do aniversário para Iara sempre representou o final e o início de um ciclo e, por isso, ela conta que costuma fazer algo que a torne mais “humana” e que tenha algum significado. Mas, desde que a mãe foi diagnosticada com a doença degenerativa, há cinco anos, ela disse que tem sentido ainda mais essa necessidade.

“Sempre gosto de todo ano fazer alguma coisa que faça sentido para mim, que me faça sentir mais humana, principalmente depois que ela adoeceu. Então, como ela está nessa situação de não conseguir respirar mais sozinha, fico aflita com essa questão da pandemia e fico imaginando as pessoas que estão à frente de tudo isso, como que está o coração delas”, conta.

Pensando nisso, ela resolveu levar um pouco de alento e doçura aos profissionais do hospital. Com mensagem de agradecimento pelo trabalho, os docinhos foram entregues desde o pessoal da limpeza, segurança até os enfermeiros, técnicos e médicos.

Docinhos levavam mensagem de agradecimento pelo trabalho durante a pandemia de Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

Docinhos levavam mensagem de agradecimento pelo trabalho durante a pandemia de Covid-19 — Foto: Arquivo pessoal

Coronavírus em Cruzeiro do Sul

Com pouco mais de 88 mil habitantes, Cruzeiro do Sul é a segunda maior cidade do Acre e também registra o segundo maior número de casos de Covid-19 do estado. Conforme o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), o município tem 606 casos de da doença, sendo 123 confirmados em 24 horas.

O prefeito Ilderlei Cordeiro e a secretária Municipal de Saúde, Juliana Pereira testaram positivo para a Covid-19, segundo anunciaram em suas redes sociais.

A cidade registrou ainda cinco das 122 mortes por Covid-19 do estado. O maior número de óbitos é de moradores da capital acreana, Rio Branco, com 105 casos.

Já no ranking da taxa de contaminação, Cruzeiro do Sul aparece em 4º lugar, com incidência de 685,7, para cada 100 mil habitantes. Os municípios de Acrelândia e Rio Branco apresentam as maiores incidências do estado com 983,2 e 923,1 para cada 100 mil habitantes, respectivamente.

G1