Corpos são deixados no necrotério do Pronto Socorro sem identificação

Os pacientes com suspeita ou confirmação de estarem com a Covid-19 estão sendo encaminhados para o necrotério do Pronto-Socorro de Rio Branco sem a identificação necessária à retirada por parte das funerárias da cidade. O relato foi feito por familiares em vídeo divulgado nas redes sociais.

O problema, que não é novo, já prejudicou o trabalho de várias funerárias, e causou inclusive a troca de corpos que foram enterrados por familiares e depois precisaram ser retirados dos túmulos para as trocas. Isso porque quem morre com suspeita da doença é colocado em um saco lacrado, que não é mais aberto.

O familiar que grava os corpos dentro do necrotério demonstra estar revoltado com a forma utilizada pelo hospital para despachar os corpos dos mortos às funerárias e entes queridos. AO todo, três corpos estavam no local no momento da gravação.

“O necrotério do Pronto-Socorro nenhum corpo identificado. Todos com coronavírus. Ninguém pode pegar o corpo porque ninguém pode ser identificado”, diz o cinegrafista. No fundo, outro homem fala: “É por isso que levaram o corpo errado, porque não tem nome”, afirma.

Procurada, a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre) ainda não se manifestou sobre o assunto até a publicação desta matéria, mas se comprometeu em averiguar.

Por João Renato Jácome, do Notícias da Hora.